agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Blogs Cristiane Tarcinalli Moretto Raquieli Doula e Educadora Perinatal Experiência de 8 anos em atendimento à gestação, parto e amamentação.
FALE COM O COLUNISTA:

Apoiar, acolher e integrar

"Centenas de gestantes e casais passaram por aqui nos últimos nove anos. Todos eles levaram algo e deixaram suas marcas"
Postado em: 18/07/2017 às 15:57
Autor: Cristiane Tarcinalli Moretto Raquieli
Apoiar, acolher e integrar
Quintal dos Bebês/Foto: divulgação

O Grupo Nascer Naturalmente iniciou suas atividades há 9 anos com o objetivo ajudar os casais que buscavam um parto natural e fugir do sistema oferecido por nossa realidade obstétrica.

Os primeiros encontros eram bem educativos, informando e empoderando os casais e gestantes. Com o passar dos anos, o grupo perdeu um pouco essa função, uma vez que a mídia se encarrega hoje de informar e ajuda muitas pessoas a trilharem seu caminho por conta própria.

O Grupo Nascer Naturalmente foi se moldando a essa realidade, dele surgiu mais um grupo, posso dizer que o filho do grupo de gestantes, que se chama Quintal dos Bebês. Muitas vezes, depois que os bebês nasciam, as mães sentiam necessidade de voltar ao grupo, contavam suas histórias e não sentiam vontade de abandonar o espaço que as acolhera.

Centenas de gestantes e casais passaram por aqui nos últimos nove anos. Todos eles levaram algo e deixaram suas marcas. Muitos ainda passam aqui de vez em quando, vejo os filhos crescendo, voltam para contar que tem mais um bebê a caminho, e assim o grupo foi mudando de cara. Hoje a função é mais de acolher e integrar os casais que aqui se encontram e buscam menos informação e mais acolhimento. Querem sentir-se parte dessa grande aldeia em que hoje se transformou o nosso grupo. Muitos casais não têm família na cidade, então, o grupo se tornou uma família de pessoas que se encontraram em um momento de suas vidas, misturaram suas histórias, se fortaleceram juntas e voltam para se reencontrar sempre.

Por isso, surgiu o Quintal dos Bebês, onde as quintas-feiras as mães se encontram, trazem seus filhos desde bebês, partilham um lanche e conversam animadamente sobre temas diversos. As crianças, ah, essas ou dormem tranquilas enquanto as mães papeiam ou correm felizes pelo quintal com os amigos que nasceram com eles.

Tenho muito orgulho desse grupo forte, que se tornou amigo, prestativo e feliz. Há pouco tempo, uma das mães precisou passar por uma cirurgia de emergência, sua pequena ainda não tinha completado seis meses e só se alimentava de leite materno. As outras mães não tiveram dúvidas e muitas delas se prontificaram a oferecer o seu próprio leite para nutrir a pequena.

Hoje, quando se encontram, são mais que conhecidas, são mulheres que partilharam a gestação, as dores, as angústias e as alegrias de serem mães. Apoiam-se umas às outras, fortalecem o vínculo com os filhos. Aqui, conversamos sobre tudo, a volta ao trabalho, aleitamento materno, dificuldades de sono, volta da vida sexual do casal, relações com as avós, introdução alimentar, consumo consciente e diversos temas que envolvem não só a maternidade, mas a vida. As crianças crescem felizes, sem medo do mundo lá fora, porque sabem que suas mães são fortes e buscam o melhor para elas.

Os pais também participam muitas vezes do Quintal. Para uma maior integração, temos feito confraternizações, assim podemos também trazer pais e outros membros das famílias para se juntar ao grupo.

Termino minha história desse grupo lindo agradecendo as mulheres fortes que estiveram comigo quando iniciamos a jornada, as mulheres que passaram por ele e deixaram suas marcas e as que aqui estão hoje e são essência para que esta tribo continue viva!

Relacionadas

Cristiane Tarcinalli Moretto Raquieli
Filhos custam caro. Será?
19/06/2017 às 15:57
Cristiane Tarcinalli Moretto Raquieli
A doula e a humanização do nascimento
02/06/2017 às 17:12
Cristiane Tarcinalli Moretto Raquieli
Você nasceu ou foi nascido?
23/05/2017 às 08:55

Blogs e colunas