agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Blogs Vaine Luiz Barreira Gestor de TI e especialista em Segurança da Informação. Professor de graduação e pós-graduação. Perito judicial em Crimes Digitais e Palestrante.
FALE COM O COLUNISTA:

BLUEBORNE: o perigo que pode chegar via bluetooth

"O novo ataque requer apenas que o dispositivo tenha bluetooth habilitado, sem precisar de qualquer ação por parte do usuário"
Postado em: 13/09/2017 às 10:18
Autor: Vaine Luiz Barreira

BLUEBORNE: nova vulnerabilidade pode afetar milhões de dispositivos, desde smartphones, tablets, computadores e outros dispositivos de IoT (Internet das Coisas).

O novo ataque requer apenas que o dispositivo tenha bluetooth habilitado, sem precisar de qualquer ação por parte do usuário. A tecnologia de bluetooth é usada para comunicação com outros aparelhos, como relógios, fones de ouvidos e caixas de som.

Segundo os pesquisadores da empresa de segurança Armis que descobriram a vulnerabilidade, dispositivos Windows, Android, iOS, MacOS e Linux são vulneráveis.

O grande risco seria a criação de um vírus (worm), que se espalharia pelo ar, bastando a proximidade com outros dispositivos com bluetooth habilitado (não é necessário emparelhar), já que tudo acontece sem a intervenção do usuário, bastando a pessoa passar perto do atacante.

Os pesquisadores estão trabalhando desde abril com os principais fabricantes para a correção do problema.

A principal recomendação é verificar se o seu sistema está atualizado. Usuários de Android podem checar se o seu dispositivo está vulnerável baixando o "BlueBorne Android App" da Google Play Store para um teste rápido.

Essa é uma boa razão para manter o Bluetooth desligado de seus aparelhos quando não está usando.

 

Mais informações:

https://www.armis.com/blueborne/

Relacionadas

Vaine Luiz Barreira
Você sabe como funciona a timeline do Facebook?
18/08/2017 às 08:19
Vaine Luiz Barreira
Vazamento de senhas e dicas de segurança
19/07/2017 às 07:59

Blogs e colunas