agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Cultura
FALE COM A REDAÇÃO:

A natureza da vida em foto.vídeo.performance no Sesc

Por meio de sua arte, Fernanda Magalhães fala sobre os corpos das mulheres, da natureza, da opressão, de violências, de estéticas e da ação de criação em arte
Postado em: 15/06/2018 às 13:27
Autor: Redação
A natureza da vida em foto.vídeo.performance no Sesc

No próximo domingo (17), às 14h30, a artista Fernanda Magalhães estará no Sesc Araraquara com a performance A Natureza da Vida. As ações acontecem com a movimentação do corpo da artista pelo espaço, fotografando, posando, ocupando a cena e convidando o público a participar, quer seja realizando fotos e vídeos ou posando junto.

A Natureza da Vida é um dos projetos da artista, em desenvolvimento desde os anos 2000, que utiliza-se de fotos, vídeos e performance nas produções e problematizações propostas nos trabalhos. “As ações são realizadas em locais públicos em diversas cidades do mundo. Parques, praças, universidades, museus, teatros queimados, bosques destruídos e outros espaços que me afetam. Estes lugares são parte das ações, incorporações, diálogos e atravessamentos com as paisagens”, conta a artista.

Na sequência de outras séries Fernanda aborda as questões do corpo através de um posicionamento político e é fotografada, quase sempre nua, discutindo padrões, estética e as diversidades. Uma ocupação do espaço, um posicionamento, colocar-se presente e visível. As fotografias realizadas por estes múltiplos olhares são fundamentais na construção do trabalho sobre as ações da artista. Pretende-se, assim, imagens com diferentes sentidos, olhares heterogêneos que compõem um conjunto de imagens singulares, diferentes entre si. A artista procura construir uma rede de imagens e interpretações sem um único fio condutor, mas sim composto com múltiplos olhares e diferentes formas de apresentação.

Central Park em NY, Jardim de Luxemburgo em Paris; Mar Negro na Russia; Bosque Central em Londrina; Parque del Prado em Montevideo; antigos barracões do Departamento de Arte Visual da Universidade Estadual de Londrina; Parque Tanguá e Universidade Livre do Meio Ambiente em Curitiba, Pier da Praia de Iracema, Fortaleza; Cine Teatro Ouro Verde, um ano após o incêndio, Londrina; Pier e Yemanjá em Vitória; Yemanjá na Praia do Casino, Cidade de Rio Grande; Disttrito de Maravilha, Londrina; Chafariz em Tiradentes; Praia de Santos, UFSC em Florianópolis entre outros lugares. O encontro com estes lugares e o impacto de cada cultura com as problematizações dos corpos das mulheres gordas levam às ações deste corpo que se posiciona.

Serviço

Performance A natureza da vida

Dia: 17/6, domingo

Horário: 14h30

Local: Teatro

Classificação: 18 anos

40 vagas. Grátis.

Retirada de ingressos 1 hora antes do início da sessão.

Não é permitida a entrada de menores de 18 anos, mesmo acompanhados dos pais.