agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Cultura
FALE COM A REDAÇÃO:

Sessão Maldita no Festival Internacional de Dança

Ocupação “Biju”, espetáculo “Berra Boi” e atividades de formação complementam o programa do dia 21
Postado em: 20/09/2018 às 14:14
Autor: Redação
Sessão Maldita no Festival Internacional de Dança

Sexta-feira (21) tem a Sessão Maldita na programação do 18º Festival Internacional de Dança de Araraquara. A partir das 22 horas, na quadra da Casa da Cultura, serão apresentados: a performance “The Hot 10%”, com Douglas Emílio (Sorocaba), e o resultado da mini-residência artística com os artistas Lulu Pugliese e Lucas Valentim e Núcleo de Dança da EMD. A programação é gratuita, sem necessidade de retirada de ingressos.

A programação da sexta traz ainda a ocupação “Biju”, com Lucas Valentim (Bahia), às 17 horas, no Viaduto da Via Expressa, localizado debaixo do Terminal de Integração; e o espetáculo “Berra Boi”, com Raízes do Nordeste (Piauí), às 20h30, no Teatro Wallace Leal.

Ainda, as atividades formativas apresentam: mini-curso para docentes “Dança, gênero e diversidade”, com Lulu Pugliese e Lucas Valentim, no CEAR, às 9h; Oficina “Dança Contemporânea pelo Olhar Guarani”, com Cia. Intermitente (Assunção-Paraguai), às 14 horas, na EMD; Oficina “Dança, acessibilidade e políticas públicas”, com Edu Ó, às 16 horas, na EMD; Oficina “Contação de Histórias pelo Olhar Guarani”, com Laura Ferreira (Assunção-Paraguai), às 17 horas, na EMD; e a mini-residência com os artistas Lulu Pugliese e Lucas Valentim e Núcleo de Dança da EMD, às 17h30, na EMD.

Espetáculos – O espetáculo “Berra Boi”, com o grupo Raízes do Nordeste (Piauí), é inspirado na tradição e na estética do Bumba-meu-boi que se fixou no imaginário popular brasileiro. Tradição que surge da história do boi desde a criação nas fazendas de gado piauienses, até a escravização nos engenhos de cana-de-açúcar, período de colonização do Piauí.

Com classificação livre, “Berra Boi” tem coreografia de Fabiana Reis e produção de Rosiane Theóphilo. Douglas Emílio (Sorocaba) abre a Sessão Maldita com “The Hot 10%”, que tem classificação livre. A performance parte de um estudo que (re)visita os procedimentos do espetáculo “The Hot One Hundred Choreographers” do artista da dança Cristian Duarte (SP), desta vez com outra lista, possibilitando outras formas de produzir experiência e referenciar 10 artistas/obras de dança.

Com um recorte que transita pelas referências do artista da dança Douglas Emilio, esse estudo está ligado com seu objeto de pesquisa do mestrado e com os procedimentos do pós-doutorado de Roberta Ramos (PE), ambos vinculados ao PPGDança da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

SERVIÇO:

18º Festival Internacional de Dança de Araraquara

Data: sexta-feira (21 de setembro)

17h: Ocupação “Biju”, com Lucas Valentim (Bahia - Viaduto da Via Expressa, debaixo do Terminal de Integração)

20h30: “Berra Boi”, com Raízes do Nordeste (Piauí) - Teatro Wallace Leal

22h: Sessão Maldita - Quadra Casa da Cultura

(Performance “The Hot 10%”, com Douglas Emílio (Sorocaba) e resultado da Residência Artística do Núcleo de Dança da EMD com Lulu Pugliese e Lucas Valentim

+ atividades formativas: “Dança, gênero e diversidade”, “Dança Contemporânea pelo Olhar Guarani”, “Dança, acessibilidade e políticas públicas”, “Contação de Histórias pelo Olhar Guarani”, e mini-residência com o Núcleo de Dança da EMD