agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Cultura
FALE COM A REDAÇÃO:

Teatro do Sesc recebe Contos Negreiros do Brasil

Espetáculo teatral é adaptado da obra “Contos Negreiros” de Marcelino Freire
Postado em: 24/08/2018 às 17:08
Autor: Redação
Teatro do Sesc recebe Contos Negreiros do Brasil
Foto: Valmyr Ferreira

Um espetáculo documentário sobre a condição real e atual da negra e do negro no Brasil: seja o jovem estudante, o gay negro, a negra hipersexualizada pela sociedade, o menor infrator, a prostituta e a idosa, todos personagens contidos no livro “Contos Negreiros”, de Marcelino Freire. Com direção de Fernando Philbert, está em cartaz no Teatro do Sesc Araraquara neste sábado (25), às 20h, Contos Negreiros do Brasil. Os ingressos estão à venda no Portal do Sesc e nas bilheterias das unidades e custam entre R$5 e R$17.

A montagem leva o público a presentificar índices estatísticos, contextualizados com cenas que reproduzem dores, paixões, medos, alegrias e angústias. A carne negra é exposta em suas dimensões e experiências reais, sociais e culturais. Os personagens veem as cenas por meio das estatísticas apresentadas pelo ator, sociólogo e filósofo Rodrigo França, com dados atuais que são expostos para plateia. Os atores Marcelo Dias, Milton Filho e Valéria Monã interpretam todos os personagens contidos nos 12 contos do livro Contos Negreiros (Prêmio Jabuti - 2006), de Marcelino Freire. A direção musical é feita por Maíra Freitas e as músicas do espetáculo são cânticos milenares da cultura Iorubá.

O país de Contos Negreiros do Brasil é a demonstração de uma parte dos Brasis existentes. Encená-lo é necessário, onde quebrar a ideologia da ―democracia racial nos fará refletir os dois Brasis reais que predispomos. Sem fazer um recorte racial no país, será um cenário visto de forma romantizada, sem a realidade das periferias, da maioria que não se enxerga na na teledramaturgia e nas propagandas na TV, das solidões dos becos, da comunidade penitenciária que é monocromática, do analfabetismo que rende muito dinheiro, da prostituição pela sobrevivência mínima, do noticiário policial, das taxas de homicídio, gravidez precoce e violência doméstica.

Contos Negreiros faz uma grande homenagem aos personagens negros que fizeram história, mas que foram esquecidos ou embranquecidos; como: Machado de Assis, André Rebouças, Carolina Maria de Jesus, Virgínia Bicudo, Juliano Moreira e Lima Barreto.

 

Serviço

Espetáculo Contos Negreiros do Brasil
Dia: 25/8, sábado

Horário: 20h

Local: Teatro

Classificação: 14 anos

 

Ingressos

R$ 5,00 (Credencial Plena);

R$ 8,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante);

R$ 17,00 (Inteira / Credencial Atividades).