agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Entretenimento
FALE COM A REDAÇÃO:

Festa do Trabalhador: música, feira e muita diversão

Programação começa às 13 horas e segue até a noite, com diversos shows e atrações
Postado em: 30/04/2019 às 15:37
Autor: Redação
Festa do Trabalhador: música, feira e muita diversão
A dupla Carreiro & Capataz está entre as atrações da festa em Araraquara / Divulgação

A Festa do Trabalhador, neste dia 1º de Maio, traz diversas atrações para a família araraquarense. Artistas de sucesso nacional e os "Pratas da Casa" se revezam no palco da Praça Scalamandré Sobrinho a partir das 13 horas. A programação é gratuita, mas pode ser solidária: pede-se um quilo de alimento não perecível para as instituições sociais do município.

Com ônibus gratuito o dia todo, a Festa do Trabalhador deve reunir um público variado para a programação diversificada e contará, além dos shows musicais, com atividades culturais e esportivas, aula de zumba, gincanas, pipoca e algodão doce para as crianças.

 

Música

Os destaques musicais ficam por conta da música sertaneja de Carreiro e Capataz, Cezar e Paulinho, João Lucas e Matheus, Lipe e Lyan, além do reggae com a banda Onze e 20, numa promoção da Rádio Morada. Ainda no palco, bandas pratas da casa, com os músicos da cidade, abrilhantam ainda mais a programação musical.

As Pratas da Casa chegam com: Banda Controvérsia (rock), Batukada de Primeira (samba), Khal Dias (Hip Hop), Márcio Rocha (MPB), Coletivo Tocaya (DJ/música eletrônica), Grupo Perimbolê de Teatro (Intervenção - Cortejo) e Alex Lima (Intervenção Visual).

O Coletivo Tocaya abre a programação às 13 horas, com seu som eletrônico que mistura influências brasileiras. Na sequência, às 13h30, Marcio Rocha Trio apresenta o show "Encontro e Despedidas", seguido pelo Projeto R, que reúne Khal Dias, Willian Chacal, Shaky e DJ Alf Dee. O rock da banda Controvérsia terá início às 15h35, e o samba da Batukada de Primeira começa às 16h30. A programação sertaneja e de reggae terá início por volta das 18 horas.

 

Mais atrações

Têm cortejo e intervenção também na programação. O cortejo "A Morte não tira férias", com o com Grupo Rebeldia, será realizado às 15h20; depois, das 18h às 21h, Alex Lima, da Icon Artes, realiza a intervenção "Pare, Olhe e Poeme-se – Palavras de Trabalho".

Uma feira de artesanato também será montada na Scalamandré. A ideia é promover o trabalho de artesãos e artistas da cidade, incentivando a economia criativa e os novos empreendedores. Diversas opções de produtos serão comercializadas, com a participação de um grande número de expositores.

 

Homenagens

Assim como no ano passado e seguindo a lei 9.243 de 25 de abril de 2018, a Festa do Trabalhador de 2019 vai homenagear dois líderes sindicais – um de expressão nacional - Carlos Ramiro de Castro, conhecido como o Carlão da Apeoesp - e outro de expressão local - Davilson Correa Rolfsen, que ocupou os cargos de Diretor e Presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas Mecânicas e de Materiais Elétricos de Araraquara e Américo Brasiliense. A homenagem foi proposta pelo Executivo em conjunto com as Centrais Sindicais e aprovada pela Câmara.

 

Serviço:

Festa do Trabalhador

Dia: 1º de maio

Horário: A partir das 13 horas

Local: Praça Scalamandré Sobrinho (em frente à Arena da Fonte)

Entrada: Gratuita (mas pode ser solidária. Doe um quilo de alimento)

*** ônibus grátis o dia todo

Realização: Prefeitura de Araraquara

Apoio: Centrais Sindicais de Araraquara

Promoção: Rádio Morada

 

Programação:

13h: Coletivo Tocaya (DJ/ música eletrônica)

13h50: Encontros e despedidas com Marcio Rocha Trio

14h40: Projeto R com Khal Dias, Willian Chacal, Shaky e DJ Alf Dee

15h20: "A Morte não tira férias" (cortejo), com Grupo Rebeldia

15h35: Controvérsia

16h30: Batukada de Primeira

18h as 21h: "Pare, Olhe e Poeme-se – Palavras de Trabalho" (intervenção de Alex Lima - Icon Artes)

17h - Homenagens

A partir das 17h30: Promoção Rádio Morada - Cezar e Paulinho, Lipe e Lyan, João Lucas e Matheus, Carreiro e Capataz e Banda Onze e 20