Viagem Literária: Araraquara é confirmada entre as cidades participantes

Projeto chega à décima edição com contação de histórias, encontros com escritores de literatura adulta, juvenil e infantil e oficinas de escrita criativa

Compartilhe

Viagem Literária: Araraquara é confirmada entre as cidades participantes

 

O programa Viagem Literária, iniciativa que leva uma intensa programação cultural para bibliotecas municipais e comunitárias do interior, litoral e Grande São Paulo, comemora 10 anos em 2017 e irá levar 340 atividades – o dobro de 2016 - para 85 municípios paulistas. Estabelecido como um dos programas prioritários pelo Secretário da Cultura do Estado, José Roberto Sadek, o Viagem Literária promove a descentralização do atendimento cultural em municípios onde muitas vezes a biblioteca é o único equipamento cultural.

"O Viagem Literária reforça o conceito de 'biblioteca viva', que incentiva as bibliotecas a participarem do cotidiano dos seus frequentadores e a se tornarem um elemento vivo da vizinhança. A ideia é que esses espaços sejam, cada vez mais, locais dinâmicos com diversas formas de acesso à cultura, estímulo ao pensamento e à autonomia", afirma José Roberto Sadek, Secretário da Cultura do Estado de São Paulo. 

Serão cinco módulos de atividades: capacitação das bibliotecas participantes em São Paulo (abril), eventos de contação de histórias (maio), bate-papo com escritores de literatura adulta (junho), conversa com autores voltados ao público infantojuvenil (agosto) e, por fim, o módulo de escrita criativa (setembro a dezembro). Os nomes dos escritores e contadores de histórias participantes ainda não foram anunciados. No entanto, Araraquara já foi confirmada como uma das cidades que participarão do projeto.

Pierre André Ruprecht, diretor executivo da SP Leituras – Organização social incumbida de executar o programa, completa: "O Viagem Literária tem um caráter estruturante para as ações de mediação de leitura em bibliotecas. Uma de suas principais missões é contribuir para a dinamização da programação cultural local, gerando desdobramentos residuais a partir do que promovemos em cada temporada".

 

Escrita Criativa encerra a programação

O novo módulo de Escrita Criativa surge como uma das novidades deste ano, proporcionando o encerramento de uma programação que contempla múltiplas facetas da literatura. As bibliotecas participantes serão orientadas na montagem do módulo de escrita criativa com capacitação realizada por Noemi Jaffe, escritora, professora e crítica literária responsável por diversas oficinas bem sucedidas nesse segmento. "Após a vivência com escritores dedicados a diferentes públicos e as contações de histórias que apresentam a literatura de forma lúdica às crianças, as oficinas de Escrita Criativa vêm coroar a parceria com as bibliotecas e o aprendizado do público participante", explica Sadek.