O universo feminino de “As Bahias e a Cozinha Mineira”

Grupo que tem em sua formação dois vocalistas transgêneros lança novo disco e conversa com o público sobre música e gênero

Compartilhe

O universo feminino de “As Bahias e a Cozinha Mineira”

 

Após o lançamento do primeiro álbum "Mulher" em 2015, a banda As Bahias e a Cozinha Mineira apresenta no Sesc Araraquara, nesta sexta (17), seu novo show Etc&Tal, às 20 horas, com entrada franca. O repertório, pautado no disco de estreia, conta com novas roupagens e novos arranjos, dando significados cada vez mais diversos ao som desenvolvido pela banda.

No mesmo dia, às 16 horas, visando o fortalecimento e o reconhecimento de diferentes culturas, bem como o fomento à convivência e o respeito pelas diferenças, as integrantes conduzem o bate-papo “Musica e Gênero: desafios e perspectivas”, na Chácara Sapucaia.  O intuito é provocar a reflexão sobre a construção de variadas identidades e valorizar a pluralidade de manifestações e expressões culturais.

A banda é formada por Assucena Assucena (compositora e interprete), Raquel Virgínia (compositora e interprete), Rafael Acerbi (arranjador e guitarrista), Rob Ashtoffen (baixista), Carlos Eduardo Samuel (tecladista), Vitor Coimbra (baterista) e Danilo Moura (percussionista). Com direção musical do produtor Marcos Xuxa Levy, este espetáculo estreou em 2016 no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo.

Batizado como As Bahias e a Cozinha Mineira Etc& Tal, o nome escolhido faz referência ao hino de Caetano Veloso, a canção Da Maior Importância, gravada por Gal Costa em 1973. “São os enigmas e as proposições das mulheres que, muitas vezes, são inteligíveis para os homens. Como escreveu Caetano ‘uma mulher é sempre uma mulher’ e é exatamente disso que se trata esse espetáculo: o universo feminino”, explica Assucena.

O repertório do show é pautado no disco de estreia da banda, intitulado “Mulher”, lançado em2015. As músicas, contudo, ganharam novas roupagens. “Isso tudo partiu da nossa vontade de ter uma apresentação nova com um trabalho mais minucioso em termos de novos arranjos, reconstruir as nossas canções e fazer com que elas sejam resignificadas diante de tudo o que fizemos até aqui”, afirma Raquel, antes de completar: “Também foi um processo de incluir composições que não são nossas,mas que se adequam perfeitamente na narrativa do espetáculo”. A renovação também atingiu o figurino da banda, além da iluminação e das já conhecidas interpretações cênicas e arrebatadoras das artistas Raquele Assucena.

A turnê As Bahias e a Cozinha Mineira Etc& Tal foi pensada e concebida nos mínimos detalhes.Uma das minhas funções é fazer com que esse show tenha um nível internacional”, complementa Xuxa Levy, que recentemente produziu o disco Sobre Crianças, Quadris,Pesadelos e Lições de Casa, do rapper Emicida, que foi eleito pela revista Rolling Stone Brasil como o segundo melhor disco nacional de 2015.

 

Serviço:

Show “As Bahias e a Cozinha Mineira”

Dia: 17/3, sexta

Horário:20h

Local: Garimpo

Classificação: Livre

Grátis

 

Bate Papo com As Bahias e a Cozinha Mineira

Musica e Gênero: desafios e perspectivas

Dia 17/3, sexta, das 16h às 17h30.

Chácara Sapucaia (Rua dos Libaneses, 1111)

Grátis