Grupo Morpheus Teatro apresenta o espetáculo infantil “Berenices”

Montagem foi vencedora do prêmio APCA 2016 de Melhor Espetáculo de Bonecos e indicado ao prêmio São Paulo de incentivo ao teatro infantil e jovem 2016

Compartilhe

Grupo Morpheus Teatro apresenta o espetáculo infantil “Berenices”
Imagem: Karim da Hora

 

O Grupo Morpheus Teatro apresenta neste domingo (29), no Sesc Araraquara, o espetáculo infantil “Berenices”, vencedor do prêmio APCA 2016 de Melhor Espetáculo de Bonecos e indicado ao prêmio São Paulo de incentivo ao teatro infantil e jovem 2016 em 3 categorias.

As pessoas sentem e pensam muitas coisas, às vezes tudo ao mesmo tempo. Imagine con­seguir ver seus sentimentos, pensamentos e sensações tomarem forma? O espetáculo Berenices utiliza as linguagens do teatro de animação e das máscaras para narrar a saga da pequena Berenice e seu encontro consigo mesma e com o mundo. Curiosa, diante da chegada de um irmão, a personagem inicia o aprendizado de perceber e li­dar com seus pensamentos, sentimentos, medos, dificuldades e expectativa sobre os outros.

O espetáculo foi contemplado com o PROAC N° 07/2015 - Concurso de Apoio a Projetos de Produção de Espetáculo Inédito e Temporada de Artes Cênicas para o Público Infantil e/ou Juvenil no Estado de São Paulo.

A ideia central na criação da montagem foi a de que o mundoé um lugar cheiodepessoas e cada pessoa é um mundo. “To­dos os criadores se identificam com esta meni­na, que ao crescer, começa a se deparar com um universo interno cheio de pulsões e um universo externo que reage e espera por determinadas ati­tudes e comportamentos. A pequena Berenice está na idade em que começa a perceber que o mundo não gira em torno dela e passa a perceber os ou­tros. É nesse momento que ela começa a conhecer várias Berenices: a que tem raiva, a que tem medo, a destemida, a que cuida, a que quer ser cuidada, a egoísta, a generosa.

Berenices fala de forma poética e lúdica sobre a aventura interminável de des­cobrir quem somos e a nossa percepção sobre os outros. Para dar forma a esse espetáculo, a compa­nhia escolheu o teatro de animação, mais conheci­do como teatro de bonecos e a linguagem das más­caras. Ainda se valendo da po­tência expressiva dessas linguagens teatrais que podem personificar através das esculturas criadas para cada uma das pulsões da menina. Podemos li­teralmente construir e corporificar esses sentimen­tos que assolam a personagem na confecção dos vários ‘eus’ da Berenice”.

A dramaturgia do teatro de bonecos e das máscaras enriquece o texto original com possibilidades imagéticas e oníricas, criando um universo mágico, que pode romper com as leis da física, como a gravidade, ou tamanhos e proporções.

Apesar de o texto original possuir muitos diálogos, no espetáculo não há a utilização da palavra falada, sendo de suma importância as imagens e sensações criadas no palco através da gestualidade dos personagens, da música originalmente composta e da iluminação.

A peça aborda temas universais e atemporais. “Seus espectadores, tanto os adul­tos como as crianças se identificam com a nossa pequena e curiosa menina, em sua odisseia de ir ao encontro consigo própria e com o mundo ao seu redor. A arte tem a capacidade de sensibilizar o ser humano. Em tempos difíceis como esses em que vivemos, onde a forma é enaltecida e a essência esquecida, é sempre um ato de re­sistência se aventurar no sensível”.

 

Grupo Morpheus Teatro

O grupo Morpheus Teatro foi fundado em 2002. Desde então desenvolve sua pesquisa com as linguagens do teatro de animação, das máscaras e do teatro físico. Apresenta seu repertório de espetáculos para adultos e para toda a família em teatros, ins­tituições, espaços alternativos e escolas por todo o Brasil, além de participar de mostras e festivais de teatro nacionais e internacionais. Teve a honra de apresentar-se em países como Vietnam, Irlanda, Itália, Argentina, Chile e Colômbia.

O grupo foi laureado com prêmios Nacionais e internacionais, e contemplado com editais de montagem e circulação de espetáculos das secretarias de cultura municipal e estadual de São Paulo e do governo do Brasil. Ministra a oficina “A presença do ator no teatro de animação” onde introduz para atores jovens e adultos, profissionais ou amadores, interessados em artes cênicas, aos princípios da manipulação direta (técnica do teatro de animação onde os bonecos são conduzidos diretamente sem o uso de fios ou varas).

 

Serviços

Espetáculo “Berenices”

Dia: 29/1, domingo

Horário: 11h30

Local: Teatro

Classificação: livre

 

Ingressos:

Grátis (Crianças até 12 anos e matriculados no Sesc / Credencial Plena);

R$ 5,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor da escola pública com comprovante);

R$ 10,00(Inteira / Credencial Atividades).