agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Lívia Renata é a nova lutadora do UFC

Araraquarense possui um cartel de 12 lutas, com 11 vitórias e apenas uma derrota
Postado em: 20/10/2017 às 14:36
Autor: Carlos André de Souza
Lívia Renata é a nova lutadora do UFC
Lívia Renata Souza realizou o sonho de integrar o UFC. Foto: Invicta FC

A lutadora araraquarense Lívia Renata Souza anunciou, na tarde desta sexta-feira, 20 de outubro, que a partir de agora integra o quadro de atletas do Ultimate Fighting Championship (UFC), que é a maior organização de MMA do mundo. Ela comemorou com uma postagem em sua página no Facebook, onde colocou uma foto com os técnicos Vinícius e Kleber Máximo, da Team Máximo.

"Temos que acreditar nos nossos sonhos, ser leais com os nossos e sempre ter fé no que dizem impossível. Hoje meu maior objetivo se concretizou, sou a nova peso palha do UFC. Sem o apoio do meu pai, dos meus professores e todos meus amigos e patrocinadores isso jamais aconteceria. Estou muito ansiosa pra jogar comigo no PS4. Hahahaha!", postou a campeã.

Aos 26 anos de idade, Lívia possui um cartel de 12 lutas de MMA, com 11 vitórias e apenas uma derrota. O convite do UFC veio após um desempenho brilhante no Invicta FC, maior competição de MMA feminino do mundo. Nos Estados Unidos, ela foi campeã peso-palha do Invicta em 2015, quando superou a finlandesa Katja Kankaanpaa por finalização. Em sua primeira defesa de cinturão, Lívia bateu DeAnna Bennett, mas na luta seguinte foi superada por Angela Hill em uma decisão polêmica da arbitragem e sofreu sua única derrota na carreira. Em seu penúltimo desafio, a araraquarense nocauteou em pouco mais de um minuto de luta a ex-campeã do peso-átomo (até 48kg), a japonesa Ayaka Hamasaki.

No mês passado, duas semanas após o acidente que resultou na morte de seu pai, Aparecido Luiz de Oliveira Souza, Lívia superou a tristeza e esbanjou determinação para vencer a também brasileira Janaisa Morandin por decisão unânime da arbitragem, após três rounds muito equilibrados.

Lívia cumpre agora os processos burocráticos que cercam o contrato e deve ter sua primeira luta agendada para 2018.