agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Araraquara se despede do Mestre Candoca

Uma das maiores autoridades do jiu-jitsu faleceu aos 95 anos de idade
Postado em: 30/11/2017 às 02:23
Autor: Carlos André de Souza
Araraquara se despede do Mestre Candoca
Mestre Candoca deixou um importante legado no jiu-jitsu brasileiro. Foto:

Faleceu nesta quarta-feira, 29 de novembro, Cândido Casalle, o Mestre Candoca, que é considerado uma das maiores autoridades do jiu-jitsu brasileiro. Ele tinha 95 anos de idade e morreu de causas naturais. Carlos Casalle, filho do mestre, revelou a informação em uma postagem em uma rede social. "É com profunda tristeza que anuncio o falecimento de meu pai, Cândido Casalle, mais conhecido como Candoca. Teve uma passagem tranquila, sem dor e sem desconforto. Foi uma pessoa maravilhosa, generosa, humilde e batalhadora. Vai com Deus, meu querido pai. Tive e vou continuar tendo orgulho de ser seu filho. Descanse em paz. Te amo", postou Carlos.

Cândido Casalle nasceu em Santa Eudóxia e era um dos 24 filhos de Tomas Casalle e Concheta Amaruca. Trabalhou como peão, domador de animais e carroceiro. Descendente de italianos, Candoca teve seu apelido dado pelo padrinho por ser a palavra usada como um diminutivo de Cândido na Itália.

Praticou luta livre e passou a treinar judô quando residia em Rio Claro, em 1942, ano em que conheceu George Gracie, que passou a lhe ensinar o jiu jitsu. Gracie levou seu conhecimento em várias cidades do interior paulista, até chegar em Araraquara em 1949, o que motivou Candoca a se mudar para a Morada do Sol.

Em Araraquara, o mestre começou a ter aulas com Gracie no quintal de sua casa. Os treinamentos eram durante o dia, enquanto aprendia mecânica de autos à noite. Quando passou a trabalhar na profissão, começou a treinar no período noturno. Na época, Candoca passou a participar de competições que eram raras, já que não existiam academias de jiu-jitsu, por isso é considerado um dos pioneiros da modalidade.

Mestre Candoca dedicou sua vida ao jiu-jitsu e por isso ganhou o respeito e a admiração de todos os praticantes da modalidade no Brasil. Acumulou troféus, medalhas e um Título de Honra ao Mérito concedido pela Câmara de Araraquara, assim como um Título de Cidadão Araraquarense.

A Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo postou em sua página no Facebook um agradecimento ao mestre. "Mestre Candoca, nos deixa fisicamente, porém deixou um bonito legado de ensinamentos no jiu-jitsu. Discípulo do Mestre George Gracie, disseminador da modalidade em Araraquara e região, parte pro caminho de luz e eternidade. Sentimento à família da diretoria e de toda a comunidade da arte suave", dizia a nota.

Relacionadas

Carlos André de Souza
Araraquarense estreia no UFC com vitória no 1º round
22/09/2018 às 20:21
Carlos André de Souza
Lutadora araraquarense estreia no UFC
22/09/2018 às 02:40
Redação
Ginásio da Pista sediou evento de kung Fu
21/09/2018 às 01:50

Notícias

Carlos André de Souza
Araraquarense estreia no UFC com vitória no 1º round
22/09/2018 às 20:21
Carlos André de Souza
Lutadora araraquarense estreia no UFC
22/09/2018 às 02:40
Redação
Ginásio da Pista sediou evento de kung Fu
21/09/2018 às 01:50