agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Lívia lamenta lesão que a tira do UFC Washington

Araraquarense lutaria no próximo sábado contra a também brasileira Virna Jandiroba 
Postado em: 03/12/2019 às 03:09
Autor: Carlos André de Souza
Lívia lamenta lesão que a tira do UFC Washington
Lívia acredita que estará recuperada em janeiro. Foto: Divulgação

A lutadora araraquarense Lívia Renata Souza está fora do UFC Washington, que será realizado no próximo sábado, 7 de dezembro, na capital dos Estados Unidos. Ela enfrentaria a lutadora baiana Virna Jandiroba pelo peso palha, porém uma lesão nas costas a tirou do combate. Na luta de sábado, Lívia substituiria Cortney Case, que também se lesionou. 

"Infelizmente tive uma lesão. Peguei essa luta de última hora e acelerei meu processo de treinamento para lutar contra a Virna em Washington, e acabei lesionando as costas. Lesionei em um grau que eu não poderia fazer nenhuma atividade, estava em um processo de perda de peso e o treinamento já teria que ser constante para a perda de peso, além dos últimos ajustes. Como já tínhamos assinado outro contrato, com outras responsabilidades, achamos melhor dar uma recuada e conseguir reagrupar de uma maneira inteligente e ir para cima da melhor forma", explicou Lívia, em entrevista aos Campeões da Bola da Rádio Cultura.

Lívia deve voltar a realizar atividades leves em cinco dias e em janeiro já estará apta a treinar forte visando seu próximo compromisso, que ainda não foi agendado.

A lutadora da Team Máximo possui um cartel de 13 vitórias (dois nocautes, oito finalizações e três decisões da arbitragem) e duas derrotas (ambas por decisão da arbitragem). A araraquarense chegou ao UFC após seu bom desempenho no Invicta FC, maior evento de MMA Feminino do mundo. 

Pelo Ultimate, ela soma três lutas, com uma vitória sobre a australiana Alex Chambers por finalização, uma vitória sobre a brasileira Sarah Frota por decisão dividida e uma derrota em sua última luta, contra a americana Brianna Van Buren por decisão unânime.