agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Livinha comemora homenagem na Fonte

Lutadora araraquarense foi homenageada antes do jogo da Seleção Feminina em Araraquara
Postado em: 16/12/2019 às 23:15
Autor: Carlos André de Souza
Livinha comemora homenagem na Fonte
Lívia Renata Souza recebeu uma camisa da Ferroviária e uma da Seleção Brasileira. Foto: Tetê Viviani

A lutadora araraquarense Lívia Renata Souza foi homenageada no último domingo (15), antes do amistoso de futebol feminino entre Brasil e México no Estádio da Fonte Luminosa.

No centro do gramado, a atleta foi presenteada com uma camisa da Ferroviária que leva seu nome, entregue pelo presidente afeano Carlos Salmazo e pelo prefeito Edinho Silva. Ela também ganhou uma camisa personalizada da Seleção Brasileira concedida por Marco Aurélio Cunha, coordenador de futebol feminino da CBF.   

Entrevistada pelo Portal Morada, Lívia se mostrou feliz e agradecida pelo momento. "É uma homenagem que não poderia cair da melhor forma. Foi uma homenagem muito linda, esfuziante e uma das melhores coisas que aconteceram na minha carreira. E o importante é o reconhecimento da nossa casa. Não importa onde você esteja, se você é bem quisto na sua cidade, é um outro nível", destacou. 

A araraquarense tem 28 anos de idade e é considerada uma das melhores lutadoras peso palha de MMA do mundo. Chegou a jogar futsal, mas foi no judô que encontrou o caminho que iria levá-la ao sucesso no esporte. Após brilhar com títulos de expressão no judô, partiu para o jiu-jitsu e novamente se destacou. Com o aprimoramento do muay thai, a atleta da Team Máximo decidiu partir para o MMA e rapidamente começou a colecionar vitórias. Sua capacidade a levou ao Invicta FC, maior evento de MMA feminino do mundo, onde faturou o cinturão dos pesos-palha. Em 2018, Lívia entrou para o UFC e hoje soma três lutas, com uma vitória sobre a australiana Alex Chambers por finalização, uma vitória sobre a brasileira Sarah Frota por decisão dividida e uma derrota em sua última luta, contra a americana Brianna Van Buren por decisão unânime.

Recentemente, Lívia passou por uma lesão nas costas que a tirou do UFC Washington, onde enfrentaria a lutadora baiana Virna Jandiroba no início de dezembro. Hoje recuperada, ela volta suas atenções para os objetivos da próxima temporada. "Eu estava focada na minha recuperação e a partir de agora vou focar totalmente no preparo para 2020, quando quero fazer pelo menos três lutas das quatro que tenho no contrato. Quero chegar ao top-10 e buscar esse cinturão para o Brasil e principalmente para Araraquara", acrescentou.

Para completar, Lívia fez questão de agradecer aos responsáveis pela homenagem recebida na Fonte Luminosa. "Queria agradecer principalmente ao Rodrigo Viana, que é o mentor dessa homenagem, ao Edinho, que é um prefeito que gosta de esporte e que está sempre fechando com os eventos esportivos, ao doutor Carlos Salmazo e ao Marco Aurélio pela oportunidade", concluiu.