agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Tenista de São Carlos competirá no Egito

Torneios serão nas cidades do Cairo e em El Sheikh
Postado em: 05/02/2019 às 14:19
Autor: Adriana Nagazako
Tenista de São Carlos competirá no Egito
Foto: Arquivo Pessoal

O nome dela é Jennifer. E para encontrá-la, só nas quadras de tênis. Com 18 anos, a tenista são-carlense se destaca cada vez mais no esporte e disputará um torneio no Egito, além de já ter passado por outros países.

A trajetória de Jennifer Rosa Dourado começou bem cedo. Seus pais, Aureliana e Fábio, donos de uma escola de tênis, foram os responsáveis pelo primeiro contato da jovem com o esporte: “A vida dela no tênis começou com 10 meses. Ela brincava com o esporte, era lúdico, ‘pegou gosto’ pela atividade e com o passar dos anos aprendeu a técnica”, diz Aureliana, mãe e treinadora de Jennifer.

“Percebemos bem cedo que ela tinha aptidão para o tênis. Aos 6 anos, Jennifer já sabia o jogo da quadra inteira”, diz Fábio, “mas só existiam torneios a partir dos 8 anos, que foi quando ela passou a competir”.

A tenista é mantida pelos pais, que tem a escola de tênis Rosa Dourado em São Carlos, porém, eles buscam alguém que possam patrociná-la em viagens e torneios. E de torneios, Jennifer entende: são 165 títulos de campeã e vice-campeã. O primeiro troféu veio aos 9 anos, no torneio juvenil Banana Bowl. A jovem disputou a Copa Guga, uma etapa do torneio Cosat em Salvador e, recentemente, jogou seu primeiro qualifying, vencendo o jogo de estreia.

Graças ao tênis, a jovem conheceu muitas cidades e países e conquistou diversas premiações. Em fevereiro, Jennifer competirá profissionalmente no Egito, em um torneio Future com premiação de $15 mil dólares. Serão dez jogos, sendo 7 na cidade de Sharm El Sheikh e 3 no Cairo.

“Acredito que a Jennifer inspira novos talentos, que ela conseguirá se desenvolver muito no esporte aqui no Brasil. Ela fará com que os brasileiros queiram assisti-la nas finais”, diz Aureliana. “O jogo dela é agressivo, rápido, ágil, ela tem uma postura correta em quadra, é muito honesta. É a grande herança que ela já tem”, completa.

Jennifer sonha em se tornar uma jogadora profissional e entrar no top 10 no ranking da WTA (Associação de Tênis Feminino). “Por enquanto é esse meu sonho, mas quero também ajudar as pessoas dentro e fora do esporte”, diz a jovem tenista.