agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Fábio Tatá, um vencedor no ciclismo

Veja a história de um dos principais nomes do ciclismo araraquarense e seus projetos para a modalidade
Postado em: 08/12/2020 às 23:57
Autor: Redação
Fábio Tatá, um vencedor no ciclismo
Fábio Ribeiro, o Tatá, conquistou o seu espaço pelo Brasil afora. Foto: Arquivo pessoal

Ele iniciou no ciclismo quando tinha 12 anos e aos 14 já começou a competir representando Araraquara. Na ocasião, teve a oportunidade de conhecer um dos grandes ícones do ciclismo brasileiro, entre eles Anésio Argenton (1931-2011). Fábio Ribeiro, conhecido Tatá, conquistou o seu espaço pelo Brasil afora. Integrou grandes equipes do ciclismo nacional. Além de equipe de Araraquara (técnico Sabino), Tatá competiu para: Pirelli (técnico José Carvalho), Caloi (técnico Mauro Ribeiro), Suzano (técnico Kleber Neves), Cordeirópolis (técnico Hernandes Quadri Jr.) Ribeirão Preto (técnico Danilo Terra), Marília, São José do Rio Preto além da Equipe Nacional Bikes.

O ciclista relembra sua participação na Equipe Caloi. “Lá foi uma experiência incrível. Cresci no esporte e tive a oportunidade de conhecer e competir com o técnico Mauro Ribeiro, o único brasileiro até o momento a vencer o Tour de France, uma das principais competições europeias”.

 
O atleta e o técnico

Depois de se dedicar ao montain bike como atleta – e técnico, a partir de 2015 –, Tatá que está prestes a se aposentar das pistas. Ele venceu recentemente, na categoria Geral, o Festival Brasil Ride que aconteceu em 22 de novembro, em Botucatu.

“Tenho experiência de mais de 25 anos no ciclismo. Fui capitão e treinava atletas para competição por equipes onde passei, principalmente, em Suzano e Ribeirão Preto. Agora chegou o momento de passar a me dedicar mais como professor e técnico. Quero me dedicar mais em busca de novos talentos”, diz Tatá.

Entre nomes que já revelou estão os de: Kel Clementino, tricampeão paulista (2015 a 2017), na categoria Júnior (Sub20); e, Felipe Ronzani que defende Ribeirão Preto e integra a equipe brasileira. Os dois são montanheiros (especializados em subida).

 
Projeto social e pista em Araraquara

Araraquara terá um futuro promissor. Uma pista de XCO (Cross Country Olímpico), de 2 km de extensão, podendo chegar a 3 km, está sendo construída na Chácara Valley. O espaço se chamará XCO Bike Park Araraquara e terá estrutura para a realização de grandes eventos do gênero. “Um grupo de parceiros que acreditam num projeto para fortalecer o esporte na cidade. É um sonho que estamos realizando”, explica Tatá.

Outro projeto que ele está idealizando é voltado para o lado social. Denominado “Crianças de Ouro”, o projeto buscará parcerias com empresas e visa garimpar jovens talentos para a modalidade. “Hoje temos Eduardo Barros, de 16 anos, uma jovem promessa. A Araraquara de Anésio Argenton, Rubens Paúra, Armando Bazolli e Adolfo Fechio tem que voltar a ser referência no ciclismo nacional, ao lado de Ribeirão Preto, Memorial (Santos), Pindamonhangaba, São José dos Campos, Equipe ERT (RJ) entre outras”, ressalta o ciclista araraquarense, que em breve terá a sua própria equipe: a Tatá Race MTB Team.

 
Conquistas

1996 – 1º lugar Junior Regional Cross Country; 2002 – 2º lugar geral na Elite do Paulista; 2007 – 4º lugar da Volta de Santa Catarina; 2008 – 2º lugar da VI Etapa na Volta Internacional Tour Brasil; 2009 – 3º lugar da Volta Internacional do Paraná; 2010 – 3ª lugar da Volta Internacional do SPTour Brasil; 2012 – 5ª lugar da Volta Internacional do SPTour Brasil; 2015 – 1º lugar geral da Aliga MTB / 1º lugar do Circuito Paulista MTB; 2016 – 3º lugar do Circuito Paulista MTB; 2017 – 2º lugar dos 100 Km Canaviais; 2018 – 2º lugar dos 100 Km Canaviais / 1º lugar Geral da Copa Soul SP; 2019 – 1º lugar dos 100km Canaviais / 1º lugar da Canastra Ride / 2º lugar da Copa Soul SP; além de medalhistas nos Jogos Regionais e Abertos: 2002, 2003, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2012, 2016, 2017, 2018 e 2019.

Colaboração: Jonas Bezerra



Relacionadas

Carlos André de Souza
Lockdown não impedirá Ferroviária de jogar em Araraquara
18/02/2021 às 02:10
Redação
Time de futsal da Uniara retorna aos treinos
09/02/2021 às 01:07

Notícias

Carlos André de Souza
Lockdown não impedirá Ferroviária de jogar em Araraquara
18/02/2021 às 02:10
Redação
Time de futsal da Uniara retorna aos treinos
09/02/2021 às 01:07