agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Guerreiras inauguram placa do bicampeonato brasileiro

Evento realizado nesta quinta comemorou o sucesso da temporada
Postado em: 29/11/2019 às 23:47
Autor: Redação
Guerreiras inauguram placa do bicampeonato brasileiro
Placa eterniza o bicampeonato brasileiro. Foto: Tetê Viviani

Em um jantar de comemorações para o futebol e o futsal feminino de Araraquara, as Guerreiras Grenás foram eternizadas pelo bicampeonato Brasileiro Feminino, conquistado em 2019, após bater o Corinthians na disputa de pênaltis, dentro do Parque São Jorge. Na ocasião, foi descerrada uma placa que será colocada na entrada da Fonte Luminosa, ao lado do busto de Bazzani.

Além do título Brasileiro, o evento foi para comemorar o ano produtivo que o futebol feminino teve em 2019. Foram quatro competições disputadas, dois títulos, Jogos Abertos e Campeonato Brasileiro, um vice-campeonato, Copa Libertadores da América, além de ter voltado a figurar entre as quatro melhores equipes do Estado de São Paulo.

Em sua fala, o presidente da Ferroviária, Carlos Alberto Salmazo, exaltou o ano das Guerreiras Grenás. “Essas meninas são motivo de orgulho dessa cidade. Araraquara é a capital do futebol feminino. Estamos aqui, para agradecer e homenagear essas atletas, com todo merecimento. Cada uma delas sabe dos sacrifícios e dificuldades enfrentados durante a temporada. Cada uma tem sua história de luta e superação, por isso devem ser exaltadas”, afirmou.

O presidente, ainda, reafirmou o compromisso da Ferroviária para com o futebol feminino, que acredita na modalidade e investe desde 2001, antes mesmo das exigências impostas aos clubes. “A Ferroviária é uma instituição modesta, comparada aos grandes orçamentos dos grandes clubes do Brasil e tenta ser assertiva nas limitações de seus recursos. A dedicação, a garra, a entrega, a luta e a determinação de cada uma dessas meninas, que acreditam muito no nosso projeto, é o que faz toda a diferença. Muito obrigado, Guerreiras”, finalizou.