agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Bia é apresentada e recebe a camisa 10 do Palmeiras

Jogadora araraquarense valoriza crescimento do futebol feminino no Brasil
Postado em: 14/02/2020 às 02:21
Autor: Redação
Bia é apresentada e recebe a camisa 10 do Palmeiras
Bia vestiu oficialmente a camisa do Palmeiras nesta quinta. Foto: Fabio Menotti/Palmeiras

Contratada por empréstimo até o dia 1º de junho deste ano, Bia Zaneratto foi apresentada oficialmente nesta quinta-feira (13), na Academia de Futebol. Com três disputas de Copas do Mundo na bagagem pela Seleção Brasileira (2011, 2015 e 2019), a atleta chega ao Palmeiras com grandes objetivos em mente.

“É um prazer estar aqui hoje diante de tantas pessoas se importando e dando o valor que o futebol feminino merece. É uma honra vestir essa camisa, o futebol feminino está caminhando no Brasil. Depois da Olimpíada de 2016, parecia que alavancaria, mas, de repente, não funcionou como a gente esperava. É legal ver tantas jogadoras importantes no Brasil, isso deixa o Campeonato Brasileiro mais forte e a imprensa começa a dar mais valor”, afirmou a contratação, que viu no alviverde a possibilidade de impulsionar ainda mais o futebol feminino no país.

“Times de camisa como o Palmeiras estão investindo na modalidade e trazendo a estrutura que as meninas merecem. Vejo que o Palmeiras melhorou bastante. Esse é o foco, ter uma estrutura muito boa para o futebol feminino crescer cada vez mais. Encontrei isso no Palmeiras. Acredito no potencial do Palmeiras para dar o meu melhor e tentar crescer na modalidade”, falou. “Eu quis um novo desafio para mim, por isso escolhi o Palmeiras. Pensei em o que o Palmeiras pode me oferecer e o que eu posso oferecer ao Palmeiras”, completou.

De acordo com Bia, no entanto, o interesse na modalidade tem crescido bastante nos últimos anos. “Momento mágico do futebol feminino no Brasil, ele nunca foi tão valorizado dessa forma. É isso que o futebol feminino merece, toda essa atenção”, comentou. “Todos abraçando a causa faz a modalidade crescer. Por mais que tenha sido uma regra imposta, os clubes estão abraçando isso. O Brasil abriu as portas para o futebol feminino como nunca havia acontecido. Esperamos melhorar a qualidade dentro de campo para ser melhor visto e trazer resultados para a Seleção”, emendou a jogadora, expondo a satisfação por retornar ao país.

“A felicidade dos meus familiares em me ver atuando no Brasil é muito grande, a minha família está muito contente. Espero fazer o meu melhor para dar muitas alegrias aos meus familiares e à torcida do Palmeiras também. Sei que é um curto período, mas que nesse meio tempo eu seja um diferencial para o Palmeiras”, concluiu.

Essa é a nona contratação do Palmeiras para 2020. O Verdão trouxe também a goleira Karen, a zagueira Agustina, a polivalente Rosana, as meio-campistas Angelina, Ary Borges e Stefany e as atacantes Ottilia e Monica.


Carreira de Bia Zaneratto

Natural de Araraquara, interior de São Paulo, a atleta de 26 anos já teve passagens por Ferroviária, Santos, Bangu, Vitória das Tabocas, Incheon Hyundai Steel Red Angels (Coreia do Sul) e Corinthians. No clube coreano, Bia fez história e ganhou o apelido de Imperatriz, em referência à facilidade para balançar as redes – no passado, foram 16 gols em 22 partidas. Além disso, ela se firmou como peça importante na Seleção Brasileira, sendo convocada para as últimas três edições do Mundial (2011, 2015 e 2019).


 

Relacionadas

Carlos André de Souza
Guerreiras Grenás voltam aos treinos
06/08/2020 às 01:50
Carlos André de Souza
Duas afeanas testam positivo para o covid-19
04/08/2020 às 17:39

Notícias

Carlos André de Souza
Guerreiras Grenás voltam aos treinos
06/08/2020 às 01:50
Carlos André de Souza
Duas afeanas testam positivo para o covid-19
04/08/2020 às 17:39