agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Bia esbanja otimismo para 2021

De volta à Seleção, atacante araraquarense já projeta Olimpíadas
Postado em: 19/01/2021 às 23:36
Autor: Redação
Bia esbanja otimismo para 2021
Recuperada de lesão, Bia Zaneratto vive momento especial. Foto: Laura Zago/CBF

Depois de ficar ausente em duas convocações da Seleção Feminina, a araraquarense Bia Zaneratto iniciou 2021 bem diferente de como terminou o último ano. Uma lesão da musculatura anterior da coxa esquerda afastou a atacante de dois encontros com a equipe nacional. Em outubro, para o período de treinos em Portugal e, em novembro, para os jogos preparatório diante do Equador. Em mais uma oportunidade com Pia Sundhage, desta vez para os treinamentos em Viamão-RS, a jogadora do Wuhan Xiniyjuan, da China, avaliou o momento especial na carreira e o crescente protagonismo na Canarinho. 

Com Pia Sundhage, Bia atuou em 10 dos 13 jogos da treinadora no comando da Seleção Feminina. Quando se trata do período em campo, a atacante soma 693 minutos. A camisa 16 também é a vice-artilheira da "Era Pia", com 5 gols marcados, atrás apenas de Debinha, com 10. Para Zaneratto, o crescimento se deve à confiança e a liberdade que a comissão técnica passa às jogadoras. Ela destaca que uma das mudanças é a possibilidade de flutuar em outras posições no campo, como uma atacante mais central, uma meia aberta pelo lado direito ou, até mesmo, centralizada. 

"A cada treinamento a gente se dedica ao máximo para estar bem e corresponder às expectativas da Pia. Cada treinamento a gente busca evoluir da melhor forma e nos jogos que eu tive oportunidade pude contribuir com gols. A Pia pede que a gente do ataque, ajude na marcação independe da função, então acho que isso foi muito importante para agregar no meu futebol e no meu crescimento", avalia. 

Na primeira Data FIFA de 2021, a Seleção Feminina irá participar do Torneio She Believes, em Orlando, nos Estados Unidos, entre os dias 15 a 24 de fevereiro. Na competição, o Brasil enfrentará os EUA, Japão e Canadá, equipes que também estarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A atacante destacou a importância de jogar diante de Seleções fortes, já projetando o principal objetivo que é a Olimpíada, prevista para em julho deste ano. 

"É um degrau de cada vez, estamos construindo essa convocação, e já quase finalizando. O próximo passo é o Torneio She Believes, e a gente sabe da importância dessa competição que contará com grandes equipes. Espero que a gente possa se preparar bem para o nosso grande objetivo que é a Olimpíada. Espero também fazer parte de todas as convocações e, consequentemente, estar nos Jogos Olímpicos", enfatizou. 

Até o dia 20 de janeiro, a Seleção Feminina ficará concentrada para um período de treinamentos, em Viamão (RS). As atividades, que iniciaram no dia 5 deste mês, fazem parte do ciclo de observações da comissão técnica de olho nos Jogos Olímpicos de Tóquio.