agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Técnico afeano analisa campanha

Vinícius Munhoz valorizou o futebol apresentado por sua equipe na Copa Paulista
Postado em: 03/12/2018 às 23:55
Autor: Carlos André de Souza
Técnico afeano analisa campanha
Vinícius Munhoz analisou o vice-campeonato da Ferroviária na Copa Paulista. Foto: Tetê Viviani

Após a partida que terminou com a derrota da Ferroviária nos pênaltis por 5 a 3 para o Votuporanguense (depois do empate por 1 a 1 no tempo regulamentar) e consequente no vice-campeonato da Copa Paulista para o time de Araraquara, o técnico Vinícius Munhoz concedeu entrevista na Sala de Imprensa da Fonte Luminosa.

O treinador destacou a força que a sua equipe mostrou ao longo da Copa Paulista. "A Ferroviária fez uma grande competição. Segue sendo forte fora de casa e igualmente forte dentro de casa. Eu não me lembro de uma partida onde a Ferroviária tenha sido dominada na competição. A Ferroviária tem hoje uma identidade de futebol e isso também é importante de se destacar. Isso acontece pelo trabalho que vem realizado, pela capacidade da comissão técnica, e pelo fato de a Ferroviária entender o que quer, pois contrata profissionais que vêm em encontro dessa ideia de futebol que tem. Hoje a Ferroviária colhe os frutos de um trabalho muito bem realizado", explicou.

O treinador fez questão de agradecer a todos os funcionários do clube e aqueles que confiaram em seu trabalho, e aproveitou para isentar de culpa o lateral Arthur, único atleta a perder pênalti da decisão deste domingo. "Tal qual tratamos esse trabalho ao longo desse período, é um trabalho coletivo e o Arthur não tem responsabilidade alguma nesse momento. Ao contrário, talvez o Arthur tenha sido o melhor jogador da partida e do campeonato da Ferroviária. Isso é importante de ser dito. E que essa derrota que tivemos nos pênaltis não apague o belo trabalho, incluindo a melhor campanha da competição, realizado pela Ferroviária", salientou.

Vinícius Munhoz diz que compartilha do sentimento de tristeza do torcedor. "O resultado não vem, chateia, é triste. O sentimento do torcedor, que saiu frustrado do estádio, embora tenha aplaudido a equipe, também é nosso, mas não podemos apagar em hipótese alguma o que a Ferroviária construiu ao longo da competição e eu, como comandante, não posso deixar de valorizar isso", acrescentou.

O treinador afirmou que agora tirará alguns dias de descanso e em seguida definirá seu futuro com a diretoria afeana. "Eu tenho contrato com a Ferroviária até o final do Campeonato Paulista. Até agora não fui comunicado da continuidade ou não do trabalho, mas acredito que, pelo que construímos, o trabalho terá sequência. A gente já vem conversando com a direção e me sinto muito à vontade e muito realizado com o trabalho que venho realizando na Ferroviária, mas deixo à direção falar sobre a continuidade desse trabalho", completou.

 

 

Relacionadas

Carlos André de Souza
Afeganistão lança Ação Solidária Sangue Grená
10/12/2018 às 23:59
Redação
Vinícius Munhoz participa de curso da CBF
10/12/2018 às 23:35

Notícias

Carlos André de Souza
Afeganistão lança Ação Solidária Sangue Grená
10/12/2018 às 23:59
Redação
Vinícius Munhoz participa de curso da CBF
10/12/2018 às 23:35