agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Brasil vence, mas não se classifica para o Mundial Sub-20

Seleção bateu a Argentina, mas se despediu do Sul-Americano na quinta colocação
Postado em: 11/02/2019 às 01:51
Autor: Redação
Brasil vence, mas não se classifica para o Mundial Sub-20
Brasil venceu a Argentina pela última rodada do Sul-Americano Sub-20. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil não conquistou a vaga para o Mundial Sub-20. Para ficar com uma vaga, a Seleção Brasileira precisaria ficar entre os quatro primeiros colocados do Sul-Americano, que está sendo disputado no Chile. Entretanto, na noite deste domingo (10), encerrou sua participação na quinta colocação, mesmo com uma vitória sobre a Argentina por 1 a 0 na rodada de encerramento do hexagonal final. Lincoln, ainda no primeiro tempo, fez de pênalti o único gol no Estádio Estádio El Teniente.  


O jogo

Necessitando vencer, o Brasil começou adiantando a marcação e pressionando a saída de bola argentina. A primeira boa oportunidade veio aos 16 minutos, em jogada individual de Vitinho, mas que parou na defesa do goleiro Roffo. Três minutos depois foi a vez da Argentina assustar, com Maroni, que só não finalizou porque o goleiro Phelipe se antecipou e fez boa defesa, salvando a Seleção. Foi quando aos 37 minutos o Brasil teve pênalti marcado. Em jogada dentro da área, a bola pegou nas mãos de Sosa e o árbitro apitou. Na cobrança, Lincoln bateu colocado, o goleiro ainda conseguiu espalmar, mas a bola morreu no fundo do gol.

A Argentina voltou do intervalo buscando ter maior posse de bola. Logo aos oito, levou perigo ao Brasil com Maroni. Mais tarde, o técnico Carlos Amadeu promoveu as entradas de Jonas Toró e Papagaio respectivamente nos lugares de Lincoln e Igor. Mas ainda assim os argentinos seguiram pressionando. A Seleção seguia com dificuldade na criação. Na tentativa de marcar mais gols para se classificar, o treinador ainda colocou, aos 28 minutos, Marquinhos Cipriano no lugar de Vitinho. A Seleção teve a melhor chance da etapa aos 41 minutos, mas Jonas Toró chutou na trave o cruzamento rasteiro de Marquinhos Cipriano.