agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Copinha 2020 vê aumento na média de gols 

Semifinais começam a ser disputadas nesta terça-feira
Postado em: 20/01/2020 às 22:56
Autor: Redação
Copinha 2020 vê aumento na média de gols 
Quatro times seguem vivos na luta pelo título da Copinha 2020. Foto: Portal Morada

A 51ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior chegou em sua fase semifinal após a disputa de 249 partidas. Sempre marcado pela alta média de gols, em 2020 o torneio registra um número ainda superior ao dos anos anteriores. A rede balançou 764 vezes, média de 3,07 por jogo. Como comparativo, em 2018 e 2019 foram 711 e 738 gols, respectivamente, em 255 jogos.


Sem campanhas perfeitas

Todos os quatro semifinalistas da atual edição do torneio tiveram ao menos um empate. Com 16 pontos, o Corinthians é quem tem a melhor campanha e só não venceu a Francana na primeira fase. Já Grêmio e Internacional somam 15 pontos após terem dois empates no decorrer do torneio. O time tricolor ficou na igualdade contra o Juventus, na primeira fase, e contra o Vasco, nas quartas, enquanto o rival empatou com Capivariano, na fase inicial, e com o Red Bull, nas oitavas.

Já o Oeste é o único semifinalista que sabe o que é perder no torneio. O time de Barueri foi derrotado para o Cruzeiro na primeira fase e ainda teve dois empates - contra o mesmo Cruzeiro, na terceira fase, e contra o Avaí, nas oitavas -, somando assim 16 pontos.

Na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o empate vale um ponto, mas, no mata-mata, o clube vencedor nos pênaltis obtém um ponto-extra como vencedor da disputa.


Semifinalistas equilibrados

Na atual edição da Copa São Paulo, não adiantou se ter o melhor ataque ou a melhor defesa para chegar nas fases decisivas. Com média de 3,50 gols marcados por jogo, o Santos ficou logo na segunda fase. Já o São Paulo foi quem mais marcou gols (21), mas também está fora da semifinal.

O mesmo ocorreu com o sistema defensivo. Cruzeiro, Fluminense-RJ e Ferroviária sofreram apenas um gol, mas acabaram eliminados. O time mineiro tem a melhor defesa por ter feito um jogo a mais (5 a 4).

Entre os semifinalistas, o Grêmio tem o melhor ataque, com 17 gols marcados. Na sequência aparecem Oeste (16), Corinthians (15) e Internacional (12). Já no quesito defensivo, o colorado gaúcho é o melhor, com apenas dois gols sofridos. O rival sofreu um gol a mais, enquanto a dupla paulista viu a rede ser vazada cinco vezes.


Veja abaixo os números da Copinha 2020:

Jogos: 249
Empates: 51 (11 sem gols) / Decisão por pênaltis: 15
Vitórias por 1 gol de diferença: 82
Vitórias por 2 gols de diferença: 58
Vitórias por 3 gols de diferença: 24
Vitórias por 4 gols de diferença: 19
Vitórias por 5 ou mais gols de diferença: 15
Resultado mais recorrente: 2x1 (37 vezes)
Maior goleada: São Paulo 9x1 Palmeira-RN
Jogo com mais gols: Visão Celeste-RN 3x8 Novorizontino

Gols: 764 (Média 3,07)
Gols de pênaltis: 68
Gols de falta: 22
Gols contra: 15
Gols no primeiro tempo: 340
Gols no segundo tempo: 424

Melhor ataque (por gols marcados): São Paulo (21 gols)
Melhor ataque (por média de gols): Santos (3,50 por partida)
Melhor defesa: Cruzeiro-MG (1GS/ 5J – média 0,20)

Artilheiro: Felipe Micael (Mirassol) – 10 gols
Mais gols em um jogo: Foguinho (Chapecoense-SC) 4 gols x União ABC-MS