agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Esporte
FALE COM A REDAÇÃO:

Murilinho se destaca em torneio de velocross

Piloto araraquarense terminou em primeiro lugar nas cinco corridas que disputou
Postado em: 21/12/2021 às 21:40
Autor: Redação
Murilinho se destaca em torneio de velocross
Murilo Frasnelli terminou em primeiro lugar nas cinco corridas que disputou. Foto: Arquivo pessoal

O piloto Murilo Frasnelli, de 17 anos, que conta com o apoio da Fundesport, foi o grande destaque da 2ª etapa do Campeonato de Velocross, que foi realizada no último final de semana, nos dias 18 e 19 de dezembro, no município de Nova Odessa-SP.

Murilo, que é conhecido como o "Garoto Voador" por competir desde os 8 anos de idade, chegou em primeiro lugar nas categorias VX1 (para motos de 450 cilindradas), VX2 (para motos de 250 cilindradas), 230 Pro, Nacional Força Livre e Importada Força Livre (essas três últimas para motos de 230 cilindradas).

No início deste mês de dezembro, Murilo já havia se destacado na final do Paulista de Velocross em Itatiba-SP. Mesmo sem participar do campeonato, o araraquarense foi convidado para a última etapa e também subiu ao degrau mais alto do pódio nas categorias VX1, VX2, 230 Pro, Nacional Força Livre e Importada Força Livre.

Murilo comemorou o desempenho em Nova Odessa. "Quando alinho no gate, só penso em uma coisa, que é fazer o meu trabalho bem feito. Independente se é uma ou cinco corridas, tento fazer o meu melhor, representar a minha cidade e os meus patrocinadores, levando os nomes deles no lugar mais alto do pódio. Fico muito feliz e grato pelos resultados que venho alcançando, terminando a temporada com cinco vitórias. Deixo o meu muito obrigado à Fundesport Araraquara por sempre apoiar o esporte", vibrou o piloto, que termina o ano com o título de campeão paulista de motocross na categoria Mx1 450cc.

Vale salientar que uma das principais diferenças entre o motocross e o velocross é que a pista de motocross conta com muitos obstáculos com saltos, ou seja, é necessário que a moto seja preparada com uma boa suspensão, enquanto a velocidade da modalidade, girando em torno de 45 à 60 Km/h, é um pouco mais baixa que o velocross, que geralmente gira entre 80 e 90 Km/h, que por sua vez exige motos com maior potência e aceleração. Murilo disputa competições nas duas modalidades.

Agora, o piloto araraquarense volta suas atenções para as competições de 2022, quando terá uma agenda movimentada pelas disputas da Copa São Paulo de Motocross e o Campeonato Brasileiro de Motocross. O piloto também conta com o patrocínio de Planeta Motos, N5ignition, WTech, Evo Escapamentos, NFS Racing Parts, Motopro Loja Off Road, Show Radical (maior site de off-road da América Latina) e Quebra Cava Racing (que veste o piloto).