agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Pais reclamam de falta d’agua em escola de Araraquara

Problema estaria ocorrendo na EMEF Rafael de Medina há uma semana. Direção diz que problema foi resolvido
Postado em: 11/08/2017 às 17:58
Autor: Chico Lourenço
Pais reclamam de falta d’agua em escola de Araraquara
Problema estaria ocorrendo há uma semana (Foto: Reprodução)

Um policial militar, pai de um aluno da EMEF Rafael de Medina, no Jardim Eliana, em Araraquara, questiona a direção da escola sobre o que estaria causando problemas no fornecimento de água dentro da unidade.

Ao Portal Morada, Valnei Lobo disse que ficou sabendo pelo filho de 12 anos no final da manhã de hoje, que todas as crianças teriam ficado o período inteiro sem água.

No início desta semana vários pais reclamaram do mesmo problema nesta escola. “Fui pegar meu filho 11h30 na escola e fiquei sabendo que os alunos ficaram 6 horas sem tomar água. Por isso gostaria de uma explicação da escola, já que não é a primeira vez”, questiona o pai.

Ainda segundo Lobo, a esposa dele participou de uma reunião de pais na escola durante esta semana e, ao ser questionada sobre o problema, a direção teria afirmado que o caso estava resolvido.

 

Outro lado

Procurada pelo Portal Morada, a direção da EMEF Rafael de Medina falou sobre o assunto. Cláudia Mirian Abelhaneda, vice-diretora, confirmou a falta d’agua na segunda-feira (7), mas explicou que a interrupção foi pontual e ocorreu devido ao conserto de um cano que havia estourado na sexta-feira anterior. “Mas o fornecimento foi normalizado na terça-feira”, disse.

Sobre a reclamação desta sexta-feira, a educadora disse que um bebedouro foi desligado por problemas técnicos, mas que não houve falta d’agua. “Ele [bebedouro] não está refrigerando e, por isso, não deixamos as crianças tomar água dele. Mas a equipe técnica está sendo acionada para consertar. No entanto, a água está normal e tem outros bebedouros menores na escola. Os alunos não ficaram sem água”, afirmou.