agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Equipes vistoriam Parque Infantil em busca de escorpiões

Segundo especialista, após detalhada vistoria, nada foi encontrado naquela região
Postado em: 14/03/2018 às 07:19
Autor: Redação
Equipes vistoriam Parque Infantil em busca de escorpiões
Especialista participou de "varredura" no Parque Infantil

A população pode ficar tranquila e frequentar a praça do Parque Infantil normalmente. Pelo menos é o que informa a Prefeitura de Araraquara que, na tarde desta terça-feira (13), afirmou que nenhum escorpião foi encontrado depois de dois dias de intenso trabalho na praça e no Centro de Educação e Recreação Leonor Mendes de Barros.

Equipes do Centro de Controle de Fauna Sinantrópica, órgão ligado à Secretaria de Saúde, e o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), responsável pela área ambiental do município, estiveram no Parque Infantil e realizaram um 'pente fino' em busca de possíveis espécies de escorpiões e, felizmente nada foi encontrado.

O agente administrativo do Centro de Controle de Fauna Sinantrópica, Edson Maria Torres, afirma que a população pode ficar absolutamente tranquila. "Fizemos um levantamento geral e, felizmente, nós não encontramos absolutamente nenhum escorpião. Conversamos com a diretora da escola [CER Leonor Mendes de Barros], que nos informou que nunca encontrou espécime de escorpião. Os jardineiros também nunca encontraram", revela.

A Secretaria de Saúde faz trabalho permanente de prevenção a ocorrências com escorpiões e, diante dos últimos fatos, está intensificando os trabalhos nas regiões que registraram alguma situação nova.

Torres reforça que Araraquara não tem epidemia de escorpiões. "Epidemia seria, na realidade, uma explosão demográfica escorpiônica na cidade toda", explica.

Casos pontuais se devem também à própria geografia da região, potencializada com o forte calor do verão. "Nós somos considerados solo escorpiônico. O que é isso? A geografia, a forma geográfica, é propícia para o habitat de escorpião. Esse escorpião é considerado como sendo escorpião mineiro, e nós estamos muito perto de Minas Gerais", diz.

Por fim, Torres, que é especialista em animais rasteiros e servidor da Prefeitura há 40 anos, tranquiliza a população. "Fiquem em paz. Eu posso dizer que a situação do parque é tranquila. Está dentro dos conformes. Está sendo programada uma limpeza geral periódica não somente na praça do Parque Infantil, mas nas demais praças onde possa haver problema em Araraquara", conclui.

 

Leia também: 

Escorpiões são encontrados no posto do Santa Angelina