agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Saúde começa nesta 2ª feira vacinação contra a gripe

Prevista para terminar em 1º de junho, campanha projeta vacinar até 90% do público-alvo
Postado em: 23/04/2018 às 07:23
Autor: Redação
Saúde começa nesta 2ª feira vacinação contra a gripe

A Secretaria Municipal de Saúde inicia nesta segunda-feira (23), em Araraquara, por meio da Vigilância Epidemiológica, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, ou gripe, que vai até 1º de junho.

Pelo calendário de vacinação, a campanha começa na segunda a vacinar idosos a partir dos 60 anos de idade e para trabalhadores da área da saúde. A partir de 2 de maio, para crianças de 6 meses de idade até cinco anos incompletos e gestantes e puérperas.

A partir de 9 de maio, a Campanha Nacional contra a Influenza vacinará pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, renais e respiratória, além de professores das redes pública e privada.

Segundo a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Mariana Cristina Câmara, a vacina é composta de vírus inativados e totalmente segura. "Por isso é muito importante para prevenir a população".

Em Araraquara, a rede municipal de Saúde é composta por 32 postos, que aplicarão as doses de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30, além do Sesa – Serviço Especial de Saúde de Araraquara. O 'Dia D' da campanha nacional será realizado em 12 de maio.

 

Público-alvo

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), além de idosos, trabalhadores da saúde e professores, o público-alvo da campanha engloba crianças de seis meses a menores de cinco anos - de quatro anos, 11 meses e 29 dias.

Também povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e funcionários do sistema prisional.

As pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, que inclui pessoas com deficiências específicas, também devem se vacinar.

O objetivo do Ministério da Saúde é vacinar até 90% da população brasileira considerada de risco para complicações por gripe. Ao todo, deverão receber a vacina 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários.