agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Passagem de ônibus chega a R$ 3,85 no feriado em Araraquara

Reajuste de 6,94% pegou alguns passageiros de surpresa após o final de semana prolongado. Aumento foi de 25 centavos
Postado em: 10/07/2018 às 16:06
Autor: Chico Lourenço
Passagem de ônibus chega a R$ 3,85 no feriado em Araraquara
Reajuste na tarifa foi de 6,94% no feriado (Foto: Portal Morada)

A passagem no transporte público de Araraquara amanheceu mais cara nesta terça-feira, para quem retomou a vida normal após o final de semana prolongado, com o feriado estadual de 9 de julho. O reajuste de 6,94% elevou o preço da tarifa de R$ 3,60 para R$ 3,85 e pegou alguns usuários de surpresa, principalmente, quem descansou no feriadão.

A estudante Emilly Laíssa Auditho, 17 anos, apesar de pagar meia passagem entende que o reajuste vai gerar um impacto no orçamento dos pais. A jovem mora no Jardim Cruzeiro do Sul e estuda no Jardim das Estações, mas quando vai ao curso duas vezes por semana fora do horário escolar, paga a passagem no valor normal. “Eu poderia fazer muito mais coisas nas férias, mas fica difícil com esse aumento. Poderiam manter ou reduzir. Não disseram que o diesel baixou o preço”, sugeriu a jovem. Para estudante que paga meia passagem, o valor passou de R$ 1,80 para R$ 1,92.

Uma moradora de Santa Lúcia, que trabalha como empregada doméstica em Araraquara e utiliza o transporte coletivo duas vezes na semana, disse que hoje foi dia de ouvir reclamação da patroa. “Ela que paga a nossa passagem, então está reclamando.”

Eliane Pereira, que trabalha no setor de RH, disse que ficou sabendo ainda na sexta-feira sobre o reajuste. Para seu orçamento, o impacto não deve ser significativo, mas a mulher que utiliza a linha Indaiá reclamou da qualidade do serviço de transporte. “A gente sempre pega o ônibus atrasado no terminal (TCI). Poderia melhorar isso primeiro”, reclamou.

 

Controladoria

Em resposta à imprensa, a Controladoria do Transporte de Araraquara (CTA) justificou o aumento de 25 centavos na passagem, alegando que “ele é necessário para recompor o equilíbrio financeiro do sistema de transporte público, diante do aumento das despesas envolvendo principalmente o óleo diesel, que sofreu uma variação no aumento do preço na ordem de 22,29%; além do aumento salarial dos operadores na ordem de 3%; e da alta do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de 2,68%", informou a CTA.