agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Prefeitura cria Polo de Atendimento para suspeitas de dengue

Quatro postos já tiveram horário estendido; “Zap” recebe denúncia de focos do mosquito
Postado em: 30/01/2019 às 16:26
Autor: Luís Antonio
Prefeitura cria Polo de Atendimento para suspeitas de dengue
Polo de Atendimento foi anunciado em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30)

A Prefeitura de Araraquara anunciou nesta quarta-feira (30) uma força-tarefa no combate à dengue. Entre as novidades está a instalação de um Polo de Atendimento aos pacientes com sintomas da doença na sede da Vigilância em Saúde, anexa ao Cear – Centro de Eventos de Araraquara. O espaço contará com consultórios e sala de hidratação para atender moradores de todos os bairros de Araraquara que apresentarem os sintomas da dengue. O atendimento será feito por pelo menos dois médicos, das 7 as 17 horas, de segunda a segunda, a partir do próximo dia 4 de fevereiro.

Segundo Eliana Honain, secretária municipal da Saúde, o objetivo é desafogar a demanda nas UPA’s, que recebem, atualmente, cerca de 200 pacientes com suspeita da doença por dia, e evitar que a situação com a dengue prejudique o atendimento de rotina nas unidades de pronto atendimento.

Além da sala especial, quatro Centros Municipais de Saúde, situados em bairros com maior disseminação do vírus da dengue, já operam com horário ampliado de atendimento desde a última segunda-feira (28): das 7h30 às 19h. O horário alternativo foi adotado por tempo indeterminado.

As unidades com o horário ampliado são as seguintes: CMS "Dr. Genaro Granata", no Jardim Paulistano; CMS "Dr. Marcelo Edgar Druet", no Jardim América; CMS "Enfermeira Kimiko Yuta", no Jardim Iguatemi; e CMS "Dr. Ruy de Toledo", no Jardim Roberto Selmi Dei I.

Equipes específicas para atendimento a casos suspeitos de dengue estarão trabalhando nas unidades das 13h às 19h — o que, contudo, não impede o paciente de procurar o posto de saúde pela manhã.

Segundo a coordenadora, pacientes com febre, mal-estar e dores no corpo, por exemplo, podem ser atendidos nas unidades de saúde dos bairros. Caso haja sangramento e dor abdominal intensa, entre outros sintomas que possam necessitar de internação, é recomendado ir a uma das três UPAs (Central, Vila Xavier e Valle Verde).

 

Denúncias de foco

Segundo a Vigilância em Saúde, Araraquara registrou 354 casos confirmados de dengue nos primeiros 30 dias de 2019. O ano de 2018 foi encerrado com 1.131 casos registrados.

Para tentar conter o avanço da doença, a Prefeitura de Araraquara disponibilizou um número de telefone para denúncias de locais com focos do mosquito: (16) 99760 1190. Por meio desse número, que recebe mensagens via WhatsApp, o morador pode denunciar criadouros.

A secretaria de Comunicação da Prefeitura de Araraquara afirma que o objetivo é oferecer um canal de contato com a população e encaminhar a demanda ao setor competente. O número também pode ser utilizado para outros serviços.