agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Mutirão contra a dengue deve ocorrer todo sábado até abril

Cidade registrou 906 casos da doença nos primeiros 35 dias de 2019. Durante o ano passado todo foram 1.131 confirmações
Postado em: 06/02/2019 às 17:33
Autor: Chico Lourenço
Mutirão contra a dengue deve ocorrer todo sábado até abril
Denúncias podem ser feitas pelo WhatsApp da Prefeitura – (16) 99760-1190

A frente de combate à dengue de Araraquara promete seguir com ações sistemáticas contra a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença, realizando mutirões durante todas as manhãs de sábado em diferentes bairros da cidade.

No próximo sábado, dia 9, a força tarefa está programada para a região do Parque São Paulo e bairros vizinhos. Este será o segundo mutirão do ano para recolher inservíveis e eliminar criadouros do mosquito. O primeiro foi realizado no dia 2, em 13 bairros da Grande Vila Xavier, e recolheu 22 toneladas de materiais inservíveis.

Desta vez, a ação percorrerá os bairros Jardim Pinheiros, Jardim Santa Clara, Jardim Ana Adelaide, Vila Joinville, Jardim América, Vila Vieira, Parque Gramado, Altos de Pinheiros, Parque Sabiá e Parque São Paulo.

Cerca de 300 pessoas e 20 caminhões percorrerão as ruas das 8h às 12h e farão a coleta de materiais sem serventia que podem acumular água e servir de criadouro para o mosquito. Basta a população separar o material e deixá-lo na calçada antes das 8h.

As equipes recolherão pneus, tampinhas, garrafas, latões, latas, calhas, bacias, baldes e pias, entre outros itens. Restos de materiais de construção, galhos de árvores e ripas de madeira não serão recolhidos.

Até o mês de abril, durante todas as manhãs de sábado, a Prefeitura realizará mutirões de combate à dengue em diversos bairros de Araraquara. O objetivo é diminuir a quantidade de possíveis criadouros e engajar a população na luta contra a dengue.

Em 2019, Araraquara já tem 906 casos confirmados da doença, segundo a Vigilância Epidemiológica. Como comparação, o ano passado inteiro registrou 1.131 casos.

Multa pesada

Na sessão de terça-feira (5) os vereadores aprovaram um Projeto de Lei (038/2019) do Executivo que prevê punição severa aos proprietários de locais onde forem encontrados criadouros do Aedes Aegypti. Quem dificultar a entrada dos agentes de combate à dengue no imóvel também poderá ser punido. A multa pode variar de R$ 331 a R$ 22 mil.

Denúncias

Denúncias de imóveis abandonados também podem ser realizadas pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica, pelo 0800-774044, ou através do WhatsApp da Prefeitura – (16) 99760-1190. Moradores que não permanecem em casa para receber as equipes podem agendar uma visita pelo telefone da ouvidoria.