agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

DAAE vai suspender corte de água durante pandemia

Cada caso será analisado pelo Fundo Social da autarquia. Medida partiu de deliberação do Comitê de Contingência do Coronavírus
Postado em: 25/03/2020 às 22:24
Autor: Chico Lourenço
DAAE vai suspender corte de água durante pandemia

O DAAE – Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Araraquara vai garantir o abastecimento de água da população em vulnerabilidade social durante o período de pandemia do COVID-19. A decisão de suspender o corte no fornecimento de água de contribuintes devedores partiu de reunião representantes da autarquia e membros do Comitê de Contingência do Coronavírus nesta quarta-feira (25).

Considerando o período crítico pelo qual o país está passando devido ao COVID-19, o Comitê, instituído pela Prefeitura de Araraquara, vem dialogando com o DAAE com o objetivo de garantir abastecimento de água a toda a população, colaborando, assim, com a devida higienização pessoal dos cidadãos e o combate à transmissão do vírus.

Desta forma, embora não haja nenhuma determinação oficial das agências reguladoras do serviço, o Comitê deliberou, juntamente com a autarquia municipal, que não haverá suspensão do fornecimento de água (o corte de água) para contribuintes em situação de alta vulnerabilidade social. O DAAE ficará responsável por analisar cada situação por meio do seu Fundo Social.

A medida vem em conjunto com outras providências para atender a população, remotamente, por meio de telefones, e-mails e site com vistas a combater o Coronavírus, além de adequações internas do próprio órgão.

Para mais esclarecimentos, os contribuintes podem ligar para os telefones 0800 770 1595 (24 horas) e 3324 9507, 3324 9510, 3324 9956 (das 9h às 17h) ou entrar em contato por meio do e-mail daaeatendimento@gmail.com.

Números do COVID-19

Araraquara contabiliza 30 casos notificados até o momento, sendo 05 foram descartados e 25 aguardam resultado de exames. Destes, 9 continuam internados. Os demais continuam sendo monitorados em suas residências, entre eles, 7 pessoas que estavam internadas e já receberam alta.