agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Varejo da região de Araraquara tem o melhor desempenho do Estado

Faturamento atingiu a marca de R$ 1,4 bilhão em junho
Postado em: 26/09/2017 às 17:32
Autor: Redação
Varejo da região de Araraquara tem o melhor desempenho do Estado

Em junho, o faturamento real do comércio varejista na região de Araraquara atingiu R$ 1,4 bilhão, alta de 7,7% em relação ao mesmo período de 2016, o maior faturamento para o mês desde o início da série histórica. Com esse resultado, a região ficou com o melhor desempenho no Estado de São Paulo. No acumulado do primeiro semestre do ano, houve alta de 8,8%, e na somatória dos últimos 12 meses, a elevação foi de 8,3%.

Os dados, divulgados pelo Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio) são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

Todas as nove atividades analisadas apresentaram crescimento no faturamento em junho no comparativo com o mesmo mês de 2016, com destaque para os segmentos de supermercados – 7,9% e contribuição de 2,8 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral; lojas de vestuário, tecidos e calçados (28,7% e impacto de 1,8 p.p.); e eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (21,1% e colaboração de 1,3 p.p.).

Para a economista do Sincomercio, Délis Magalhães, o bom desempenho das lojas de vestuário, tecidos e calçados e também do segmento de farmácias e perfumarias pode ser explicado pelas vendas relacionadas ao Dia nos Namorados.

“O resultado é muito positivo, uma vez que os ganhos nas principais datas comemorativas têm crescido em relação ao ano passado, demonstrando uma maior propensão ao consumo das famílias e uma forte tendência de aumento do faturamento do comercio varejista nesses períodos. É um sinal de que o empresário deve realmente investir em atrativos para o consumidor nessas datas para compensar os meses com menor movimento”, afirma a economista.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, a alta de junho foi a 17ª consecutiva e a variação de 7,7% se dá sobre uma base elevada, quando, em 2016, neste mesmo mês, o crescimento foi praticamente igual, de 7,8%. Portanto, os números positivos generalizados mostram a solidez do crescimento do varejo na região, que conta com os efeitos do setor agrícola, que atravessa um ótimo momento.