agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Araraquara registra queda de 170 postos de trabalho

Número é referente a março deste ano; Só no setor de serviços mais de 120 vagas foram fechadas
Postado em: 26/04/2018 às 15:51
Autor: Redação
Araraquara registra queda de 170 postos de trabalho
O único setor que apresentou aumento nas contratações foi a Construção Civil

Levantamento feito pelo Núcleo de Economia do Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara (Sincomercio), a partir de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), revelou que a cidade de Araraquara registrou queda de 170 postos de trabalho. O resultado contraria as expectativas de uma trajetória positiva de vagas de emprego para o ano.

Délis Magalhães, economista do Sincomercio, explica que grande parte da queda está relacionada à instabilidade política e econômica que afeta a confiança do empresário araraquarense, que continua receoso e prefere evitara contratação de novos funcionários. “O ano de 2018 ainda carrega muitas dúvidas sobre a evolução da atividade econômica e também sobre o cenário político, o que inibe os investimentos e mesmo o consumo. Apesar disso, os resultados em âmbito nacional têm apresentado melhora, mesmo que de forma mais lenta do que o esperado” conclui.

O único setor que apresentou aumento nas contratações foi a Construção Civil. Apesar das dificuldades enfrentadas com a crise econômica teve um bom desempenho em 2018, com a criação de 90 postos de trabalho nesse primeiro trimestre. O quadro positivo demonstra uma recuperação na atividade econômica. Por outro lado, o setor de serviços registrou o fechamento de 123 vagas no mesmo período. “O aumento do desemprego ainda afeta diretamente o setor, uma vez que as famílias com o orçamento mais apertado acabam cortando gastos”, revela Délis. A economista ainda explica que um grande exemplo disso é o segmento de serviços de alimentação às famílias, que apresentou uma queda de 70% no número de vagas nesse primeiro trimestre, em relação mesmo período do ano passado. “Grande parte das famílias está dando preferência a fazer as refeições em casa como uma forma de gastar menos” diz a economista.

Em uma comparação anual, entre março de 2018 e o mesmo mês 2017, o ano atual apresenta uma piora nos postos. O único setor que registrou melhora foi o comercial, que perdeu menos vagas do que no último ano. Os demais segmentos tiveram um resultado pior que o registrado em março do ano passado.

 

Comércio Varejista:

O comércio varejista de Araraquara apresentou sua terceira redução consecutiva no ano, com a perda de 63 postos de trabalho. O setor que mais impulsionou os desligamentos foi o de vestuário, tecidos e calçados, com a perda de 58 vagas. Para Délis o resultado é devido ao pouco movimento do setor neste início do ano, uma vez que os consumidores estão mais focados em realizar o pagamento de tributos. “Com a comemoração do Dia das Mães e a proximidade do inverno a procura por presentes e roupas prometem aquecer o setor nesse primeiro semestre, elevando as vendas e aumentado as perspectivas de novas contratações”, completa a economista.

Em contrapartida, os supermercados vêm apresentando uma recuperação estimulada principalmente pelas compras de Páscoa, que motivou os empresários a efetuar novas contratações em março.