agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Ex-piloto deve receber indenização milionária do Daae

Desapropriação de área na fazenda de Emerson Fittipaldi deve render indenização de quase R$ 5 milhões
Postado em: 11/05/2018 às 16:41
Autor: Luís Antonio
Ex-piloto deve receber indenização milionária do Daae
Emerson Fittipaldi, ex-piloto de Fórmula 1

O Departamento Autônomo de Água e Esgoto (Daae) de Araraquara se prepara para desembolsar cerca de R$ 4.900.000 no pagamento de uma indenização ao ex-piloto de Fórmula 1, Émerson Fittipaldi.

O campeão mundial de velocidade moveu, há mais de 20 anos, uma ação contra o Daae pela desapropriação de parte de sua fazenda, localizada próximo ao rio Jacaré-guaçu, no município de Araraquara. O local foi desapropriado para a construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que segue em funcionamento até hoje.

Fittipaldi alega que suas terras foram desvalorizadas com a construção da ETE. Após uma tramitação de mais de duas décadas, o processo está na fase de execução e prevê o pagamento, segundo apurado pela reportagem, de cerca de R$ 4.900.000,00 ao ex-piloto, como forma de indenização. Os juros previstos caso o valor não seja pago, segundo técnicos consultados pelo Portal Morada, é de aproximadamente R$ 90 mil por mês.

O superintendente da autarquia, Marcos Robison Isidoro da Silva, confirma os valores e garante que, na hipótese de arcar com o valor total solicitado na ação, o pagamento não inviabilizará financeiramente o Daae. “Em todo processo judicial é feita uma previsão pela contabilidade para sentenças judiciais. Essa está sendo feita há vários anos, aguardando a decisão da Justiça. Nós temos uma reserva para arcar com essa decisão judicial”, explica.

Isidoro afirma também que nesse caso, que se iniciou na década de 90, já foi feito o depósito judicial de um montante, cujo valor foi estipulado na época pelo departamento, como forma de indenização. “É esse valor que está sendo discutido na justiça. O proprietário pediu um valor 20 vezes maior do que o que foi pago na ocasião”, completa.