agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Reportagem sobre araraquarense é premiada

História de Ricardo Corrêa da Silva, o “Fofão da Augusta”, que morreu no final de 2017, também será lançada em livro
Postado em: 29/11/2018 às 08:34
Autor: Luís Antonio
Reportagem sobre araraquarense é premiada

Em outubro do ano passado, a história do araraquarense Ricardo Corrêa da Silva emocionou milhares de internautas. Uma reportagem de Chico Felitti, publicada pelo site  BuzzFeed News, revelou detalhes da vida  pessoal e profissional do Fofão da Augusta, nome pelo qual ele ficou conhecido depois de estabelecer-se em São Paulo e frequentar a famosa avenida paulistana.

O apelido, que ele ganhou após sucessivos preenchimentos feitos nas bochechas, e a figura insólita escondiam a verdadeira história de Ricardo. Quando a reportagem foi elaborada, o repórter o encontrou no Hospital das Clínicas, em abril de 2017, onde ele havia sido internado após uma infecção no dedo médio da mão direita. O protocolo de internação Ricardo era identificado, até aquele momento, como “desconhecido”. Em 15 de dezembro do ano passado, Ricardo morreu após uma parada cardíaca, aos 60 anos.

Na última terça-feira (27), a reportagem de Chico Felitti o Prêmio Petrobras de Jornalismo na categoria Inovação. "Esse homem morreu com um nome, e essa é a maior alegria profissional que eu vou ter na minha vida", declarou o jornalista ao receber a premiação.

A história de Ricardo Corrêa da Silva também vai virar livro. Felitti viajou à França para localizar um antigo amor de Ricardo, Vânia Munhoz, com quem ele namorou por oito anos, quando Vânia ainda se chamava Ricardo. O casal teve dois salões de beleza, um em São Paulo e outro em Araraquara, antes de Vânia se mudar para Paris e passar pelo processo de transição para assumir sua identidade feminina. A história será publicada no primeiro semestre do ano que vem pela editora Todavia com o título "Ricardo & Vânia".