agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Mães se mobilizam por benefícios a pessoas com deficiência

Grupo aderiu ao movimento para defender Benefício de Prestação Continuada (BPC)
Postado em: 05/12/2018 às 07:28
Autor: Redação
Mães se mobilizam por benefícios a pessoas com deficiência

Duas oradoras, Aline de Lourdes Soares de Souza e Ana Paula Novaes Gomes da Silva, participaram da Tribuna Popular da Câmara, nesta terça-feira (4), para levar ao conhecimento dos vereadores as reivindicações grupo denominado “Mães Guerreiras”.

Aline informou que o grupo aderiu ao movimento #euempurroessacausa, para unir forças e ajudar as famílias de pessoas com deficiências que precisam do Benefício de Prestação Continuada (BPC). “Isso tudo é para atender às necessidades mínimas dessas crianças. O critério não é compatível com a realidade financeira da maioria das famílias, que foram excluídas do benefício”, disse, enfatizando que a resolução do problema não cabe aos vereadores ou ao prefeito, pois, é de esfera Federal. “Em nome das Mães Guerreiras eu digo que a Prefeitura ajuda sim, e temos muito apoio dos vereadores que compõem essa Casa.”

Ana Paula iniciou sua fala fazendo um breve relato de quem são as Mães Guerreiras. “Somos um grupo em torno de 50 mães, todas com filhos com deficiências. A ideia inicial foi fazer uma conexão de tudo o que é disponibilizado pelos setores público e privado, para poder viabilizar os cuidados essenciais que essas crianças precisam”, pontuou.

Lembrou que em Araraquara sempre contaram com apoio da gestão pública, mas que o maior problema entre as mães é a questão da renda, uma dependência do Benefício de Prestação Continuada (BPC) da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), que garante um salário mínimo mensal à pessoa com deficiência e ao idoso com 65 anos ou mais, que comprovem não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família.

Segundo ela, muitas Mães Guerreiras estão sendo cortadas do programa e ficando sem o pouco que recebiam para a manutenção de seus filhos. Elas descobriram um site com o movimento #euempurroessacausa, com uma Petição Pública para mudanças no Loas e foram convidadas para encabeçar esse movimento aqui em Araraquara. “Eu peço a ajuda dos vereadores, pois, entramos nisso pensando em nossos filhos, mas, a dimensão é muito maior. Sabemos que os senhores podem mobilizar deputados federais e viabilizar mudanças compatíveis com a realidade atual do Loas.”

Movimento #euempurroessacausa

O Dia D do movimento acontecerá em 16 de fevereiro em frente às Prefeituras de todas as cidades do Brasil, com uma grande manifestação e captação de assinaturas para um abaixo-assinado, documento que vai reforçar as reivindicações das Mães Guerreiras.