agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Dengue: número de contaminações desacelera em Araraquara

De janeiro até agora, Vigilância confirma 7.493 casos da doença
Postado em: 15/04/2019 às 15:27
Autor: Redação
Dengue: número de contaminações desacelera em Araraquara
Fumacê de combate à dengue circula pelas ruas de Araraquara

Segundo Boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica nesta segunda-feira (15), Araraquara tem 7.493 casos confirmados de dengue em 2019. O crescimento da semana passada para agora equivale ao número de fichas digitalizadas no mutirão que vem sendo realizado pelos agentes para agilizar as notificações.

Ainda de acordo com a Vigilância, os números contabilizados até agora podem indicar a desaceleração da transmissão da doença no município: foram contabilizados 2.774 casos em janeiro, 3.874 em fevereiro, quando houve o pico de transmissão, e 1341 casos de março até hoje.

Os agentes de vetores continuam com as ações nas ruas e a colaboração da população no recebimento dos agentes é fundamental. Todos estão devidamente uniformizadas e com crachá de identificação.

Além disso, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde realiza nesta segunda-feira (15) a Avaliação de Densidade Larvária (ADL) no Jardim Biagioni e Jardim Pinheiros. Este trabalho de campo consiste na busca ativa de larvas no interior dos imóveis; o percentual do índice de infestação é estabelecido pelo número de imóveis visitados e da quantidade destes imóveis em que foram coletadas larvas do mosquito Aedes aegypti.

As ações de bloqueios casa a casa são realizadas no Selmi Dei e Vila Xavier. As equipes de nebulização seguem aplicando o inseticida casa a casa na Vila Gaspar e Vila Freitas.

Denúncias de imóveis abandonados também podem ser realizadas pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica pelo 0800-7740440, ou através do Whatsapp da Prefeitura – (16) 99760-1190. Moradores que não permanecem em casa para receber as equipes podem agendar uma visita pelo telefone da ouvidoria.