Araraquara: investimento em educação supera montante estabelecido pela Constituição

Município destina mais de 25% do orçamento municipal para a área; Investimento melhora a oferta de vagas e a qualidade do ensino na cidade

Compartilhe

Araraquara: investimento em educação supera montante estabelecido pela Constituição

 

Nos últimos anos, a Prefeitura de Araraquara aumentou consideravelmente os recursos aplicados na educação. Em todos, a porcentagem de investimento na área realizada pela Prefeitura supera o limite estabelecido pela Constituição Federal, que é de 25%.

Para o prefeito Marcelo Barbieri, Araraquara investiu muito na estrutura da educação infantil, o que resultou na redução da evasão escolar nos primeiros anos do ensino fundamental.

Desde 2009, foram entregues cinco novos CERs (Centros de Educação e Recreação) garantindo a abertura de mais de 2.000 novas vagas para alunos de 0 a 5 anos, cumprindo assim o Termo de Ajustamento firmado com o Ministério Público.

Outros dois CERs estão em fase de construção. Além disso, ainda foram reformadas e ampliadas mais de 30 unidades da educação, incluindo creches e escolas municipais de ensino fundamental.

 

Ensino técnico

Está em construção no Jardim Santa Clara a unidade da Fatec Araraquara. Com investimento de R$ 22,4 milhões do Governo Estadual, o prédio terá 7.800 m² construídos, em uma área total de 14.357 m².

A Prefeitura cedeu a área com toda estrutura de pavimentação, guias e sarjetas, além de iluminação pública e rede de água e esgoto.

A sede da futura Fatec vai abrigar 18 salas de aulas, 13 laboratórios, biblioteca, auditório com capacidade para 222 lugares, salas administrativas/pedagógicas e sanitários com acessibilidade, entre outros ambientes.

Serão oferecidos na unidade de Araraquara os cursos superiores de Fabricação Mecânica, Gestão Empresarial e Segurança da Informação. A previsão para conclusão da obra é de outubro de 2016 e início das atividades em 2017.

Com a Fatec, Araraquara amplia e fortalece as instituições de ensino superior instaladas na cidade, que já conta com Unesp, IFSP, Uniara, Unip, Faculdades Logatti, entre outras.

 

 

Educação complementar

Criada em 2002 e com inicio das aulas em 2003, a Escola Municipal de Dança “Iracema Nogueira” – EMD , recebeu inicialmente  80 crianças,   entre oito e nove anos de idade, matriculados em escola públicas, que permaneceriam por 6 anos, cursando aulas em diversas linguagens artísticas. Neste período a EMD fazia parte da Secretaria Municipal de Cultura e FUNDART. Dada a excelência de seu desempenho educacional, a Secretaria de Educação do Município inseriu a Escola Municipal de Dança no ano de 2006, como parte do Programa de Educação Complementar.

A partir de 2009, a professora Vivian Ibelli Tavares assumiu a gestão da escola, em conjunto com uma equipe de profissionais que constroem a cada ano uma nova história para este projeto que busca dentro do universo da Arte Educação, um lugar especificamente relacionado à Dança Educação.

Em 2010 a EMD recebeu das mãos do prefeito Marcelo Barbieri seu prédio próprio, que permitiu um atendimento ampliado e melhorias nas condições de ensino: incorporação de novas oficinas, aumento da carga horária dos alunos, ampliação da equipe docente e de apoio educacional ‘agentes’, constituindo um espaço adequado às suas necessidades e expectativas.

A cada ano são aprovados 125 novos alunos que ingressam no 1º ano da EMD e  com as demais turmas fazem aulas diárias das seguintes linguagens artísticas: Dança Contemporânea, Ballet Clássico, Sapateado, Teatro, Música, Capoeira e Artes Visuais contando também com auxílio fundamental das oficinas de Tecnologia da Informação e Comunicação, Leitura, Educação Ambiental e Tarefa, constitutivas da Educação Integral.

A partir do processo de formação, a EMD promove dois espetáculos anuais. As produções dos espetáculos ganham uma nova construção no seu processo de elaboração, sob direção artística do professor Carlos Fonseca e uma participação efetiva e colaborativa da equipe, na concepção, criação de coreografias, cenários, adereços e figurinos.

Hoje  a EMD tem capacidade para receber até 400 alunos.

VEJA AS FOTOS