agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Polícia divulga foto de suspeito de assalto a joalheria

Caique Carvalho dos Santos, de 19 anos, foi atingido por três tiros e segue internado na Santa Casa
Postado em: 01/12/2017 às 07:35
Autor: Redação
Polícia divulga foto de suspeito de assalto a joalheria

O jovem Caique Carvalho dos Santos, de 19 anos, foi baleado por volta de 15h30 de quinta-feira (29), após um roubo em uma joalheria, no centro comercial de Araraquara.

De acordo com informações, um rapaz pardo, alto, usando uma camisa dos Correios entrou na joalheria, na Rua São Bento, e perguntou sobre algumas joias. Em seguida, anunciou o assalto e subtraiu joias e celulares dos funcionários. Em seguida, ordenou que ninguém olhasse para trás e fugiu a pé. O bandido foi seguido pelo jovem Caique Carvalho dos Santos, de 19 anos, genro da proprietária da loja. Eles entraram em luta corporal e o assaltante disparou contra o rapaz. Três tiros atingiram a vítima, um deles no abdômen e outro no peito.

O assaltante conseguiu fugir e abandonou a camisa, uma falsificação grosseira do uniforme dos Correios, em uma árvore. Caique se ajoelhou na calçada e foi socorrido pela própria Polícia Militar em estado grave para a Santa Casa de Araraquara, onde foi submetido a uma cirurgia. 

O bandido deixou o local em uma bicicleta amarela que foi encontrada minutos depois pela polícia, abandonada na esquina da avenida Prudente de Morais com a rua Major Carvalho Filho (rua 0), no Centro.

Segundo o último boletim médico, Caique passou por uma cirurgia, que terminou durante a madrugada, sendo encaminhado para a UTI, onde os médicos aguardam sua recuperação. O estado do rapaz é considerado gravíssimo e inspira cuidados. Imagens do circuito de monitoramento de lojas próximas ao local do roubo estão sendo usadas para ajudar a identificar o autor dos disparos.

Por volta de 18h30, ainda na quinta-feira, várias equipes da Polícia Militar fizeram uma perseguição a um veículo VW/Gol, de cor branca, que estaria sendo conduzido pelo suspeito. A perseguição começou na região da Avenida 36 e se estendeu até Guatapará, onde o carro do suspeito não foi mais visto.