agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Carina é presa depois de 4 anos fugindo da justiça

Ela é apontada como autora da morte brutal de um homem em Goiânia
Postado em: 09/10/2018 às 23:15
Autor: Marcelo Bonholi
Carina é presa depois de 4 anos fugindo da justiça
Vilmony Mendes Queiroz, de 34 anos, vítima de Rafael dos Santos Rodrigues (foto menor)

Vilmony Mendes Queiroz, de 34 anos, foi morto na madrugada do dia 08 de julho de 2014 ao ser esfaqueado na pista de dança da boate “Total Flex”, localizada na Avenida República do Líbano, no Setor Oeste, em Goiânia.

Carina, nome social de Rafael dos Santos Rodrigues, de 24 anos, foi identificada por testemunhas como a autora do crime. Após uma discussão, a vítima estava sentada em uma mesa de bilhar quando Carina se aproximou, tirou uma faca que trazia entre os seios e golpeou a vítima no coração, fugindo em seguida.

Na noite desta terça-feira (09), a Polícia Militar conseguiu prender Carina que teria fugido para São Paulo após o crime e fixado residência em Araraquara. Os policiais foram informados que a autora que é transexual feminina, realizava programas na região da Vila Sedenho, na Rua Nestor Goulart Reis, onde foi localizada e presa.

Na delegacia foi confirmado o mandado expedido pela 3ª Vara Criminal, (Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal Do Júri) por Homicídio Qualificado. Ela foi encaminhada a cadeia pública de Santa Ernestina, onde aguardará o julgamento.