agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Após denúncia, empresa química abandonada recebe vistoria

Agentes da Vigilância e Corpo de Bombeiros esteve no imóvel, no Jardim Imperador, que abriga produtos químicos
Postado em: 13/03/2019 às 14:59
Autor: Redação
Após denúncia, empresa química abandonada recebe vistoria
Imagens: Jeferson Cardoso

Na manhã desta quarta-feira (13), equipes da Vigilância em Saúde e do Corpo de Bombeiros vistoriaram um imóvel abandonado na Rua Marechal Arthur da Costa e Silva, no Jardim Imperador, em Araraquara.

No local funcionava uma indústria química, mas há vários anos, segundo moradores, as atividades foram encerradas. Desde então, dezenas de embalagens de produtos químicos – muitas delas ainda cheias – foram deixadas sem acondicionamento correto. Há galões cheios de material químico sem rótulos, apenas com uma inscrição à caneta onde se lê, por exemplo, “Resina Fumarica”, utilizada na fabricação de tintas.

A denúncia foi feita pelo Portal Morada após a apontamento de moradores preocupados com o risco de proliferação do mosquito da dengue. Segundo apurado pela reportagem, o local funcionava como escritório da Indústria Química Guarapiranga. O Ministério Público do Estado de São Paulo ajuizou uma Ação Civil Pública contra a fábrica, localizada no sítio Saltinho, em Guarapiranga, distrito de Ribeirão Bonito. Segundo o MP, o imóvel está localizado sobre o aquífero Botucatu uma das principais reservas de água do estado de São Paulo, e nas proximidades do rio Jacaré-Guaçu, um dos mais importantes da região. A fábrica funcionava em condições precárias de manutenção e armazenava inúmeros produtos e resíduos químicos que contaminaram o solo e a água, segundo informações contidas em uma sentença assinada pelo Juiz Victor Trevisan Cove, da Comarca de Ribeirão Bonito, em novembro de 2017.

Na época, a empresa foi condenada a retirar todo o material armazenado indevidamente, assim como a dar a destinação correta. A medida, diz o mesmo documento, foi cumprida no prazo estabelecido.

Operação

O prefeito Edinho Silva acompanhou a operação da Vigilância em Saúde e descartou que a presença de criadouros do mosquito da dengue. “Aqui funcionava uma indústria química e ainda há muito material. Por isso, o ar um pouco ácido não é favorável à presença do mosquito”, declarou o prefeito.

Por meio de nota, a Prefeitura de Araraquara informou que, antes da vistoria desta quara, já havia encaminhado duas notificações aos proprietários, residentes de Guarapiranga, e também um auto de infração. “Porém, como não houve resposta, a Prefeitura esteve no local para a limpeza como tem feito em vários outros espaços denunciados pela própria população ou identificados pelas equipes da Vigilância que apresentam riscos à população”, afirma.

Relacionadas

Chico Lourenço
Embriagado é preso após causar acidente e fugir
19/05/2019 às 08:12
Chico Lourenço
Mulher é vítima de roubo no Centro de Araraquara
19/05/2019 às 07:48

Notícias

Chico Lourenço
Embriagado é preso após causar acidente e fugir
19/05/2019 às 08:12
Chico Lourenço
Mulher é vítima de roubo no Centro de Araraquara
19/05/2019 às 07:48