agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Aos gritos, homem ofende deputada em restaurante

Vítima registrou boletim de ocorrência após ser chamada de “petista vagabunda”
Postado em: 13/05/2019 às 14:04
Autor: Redação
Aos gritos, homem ofende deputada em restaurante

Na noite de sábado (11), a deputada Márcia Lia, de 61 anos, foi ofendida em um restaurante no Carmo, em Araraquara.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a deputada estava junto com o marido, de 71 anos, quando foi surpreendida por um engenheiro, de 63 anos, que gritou “petista, sem vergonha, vagabunda”. 

O homem foi em direção a deputada e ao marido, proferindo ofensas. O marido da deputada foi chamado de “burro, sem vergonha”. Na tentativa de desestimular o agressor, ele disse que era perito e médico legista. 

Frequentadores do local amenizaram a situação.

As vítimas procuraram a Polícia Civil a fim de registrar um boletim de ocorrência para representar criminalmente contra o engenheiro, autor das ofensas.

O fato será apurado pela 3º DP de Araraquara.

Em nota, a deputada estadual Márcia Lia relatou que foi vítima de agressão verbal e estava acompanhada do marido quando, ao entrar no restaurante, recebeu xingamentos de um senhor pelo fato de ser filiada ao Partido dos Trabalhadores.
“Fui surpreendida com ofensas, com palavras de ódio e de intolerância. Não podemos admitir essa onda crescente de violência. Divergir de opinião política ou em qualquer outro campo da vida não pode gerar tamanho descontrole em uma pessoa”, afirma a deputada. 
A deputada vai buscar reparação legal do agressor. “É muito desagradável chegar a esse ponto, mas precisa ficar o exemplo. Se este senhor quisesse debater política comigo poderia ter vindo à nossa mesa e questionado o que quisesse, mas xingamentos ninguém pode admitir”, argumenta.