agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Funcionária pública é detida furtando alimentos do CAIC

Mulher foi surpreendida com mantimentos dentro do carro, no Selmi Dei
Postado em: 11/09/2019 às 08:37
Autor: Redação
Funcionária pública é detida furtando alimentos do CAIC

Na manhã desta quarta-feira (11), uma funcionária pública de 60 anos foi flagrada pela Guarda Municipal furtando alimentos no CAIC do Selmi Dei em Araraquara.

Segundo informações, a funcionária, que trabalha há 28 anos no município como merendeira e atualmente está no CAIC, foi surpreendida pelos guardas municipais em um carro. Dentro do veículo, encontraram arroz, carne congelada, óleo, macarrão, chocolate, temperos e outros mantimentos.

Questionada, a mulher não conseguiu responder e começou a chorar.

A Guarda Municipal já havia recebido a informação que alimentos estavam sendo desviados, pois o estoque estava acabando antes do previsto. Um guarda à paisana conseguiu abordar a acusada.

A funcionária foi encaminhada ao plantão policial para prestar depoimento, porém ficou muito nervosa, passou mal e foi levada a UPA Central. Ela ficou à disposição da justiça.

A Prefeitura de Araraquara se manifestou em nota enviada a imprensa:

"A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança, informa que a Guarda Civil Municipal, em uma ação na manhã desta quarta-feira (11), prendeu uma servidora municipal (merendeira) que atua no CAIC Rubens Cruz do Selmi Dei por furto de gêneros alimentícios destinados à alimentação escolar dos alunos da unidade.

A servidora vinha sendo monitorada pelo serviço de inteligência, por meio das câmeras de videomonitoramento dos próprios públicos municipais, implementado pela Secretaria.  

A Prefeitura lamenta o fato e reforça que colaborará com a Polícia Civil, que deve instaurar um inquérito, fornecendo as imagens para apuração do caso. O Executivo também abrirá um processo administrativo interno para apurar as circunstâncias do delito e tomar as providências previstas em lei."