agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Emenda para shows da FACIRA sob suspeita

Assessor de deputado que liberou emenda é ligado a grupo que promoverá show com cobrança de ingresso
Postado em: 01/08/2017 às 15:30
Autor: Redação
Emenda para shows da FACIRA sob suspeita
Deputado Federal Guilherme Mussi (PP)

A programação oficial da FACIRA, lançada oficialmente pela Prefeitura de Araraquara na semana passada, inclui shows com artistas consagrados, como Daniel e Thiaguinho, na Arena da Fonte, que serão custeados por emenda parlamentar assinada pelo deputado Guilherme Mussi, presidente do Partido Progressista (PP) de São Paulo. Serão R$ 150 mil para o show do cantor Daniel, R$ 150 mil para a apresentação do cantor Thiaguinho e outros R$ 55 mil para o cantor Zé Felipe.  

A FACIRA será realizada entre os dias 17 e 22 de agosto. Os shows serão gratuitos nos dias 17, 18, 19, 21 e 22 de agosto. Os valores conquistados por meio da emenda parlamentar custearão os artistas, enquanto a Prefeitura de Araraquara deverá bancar a estrutura de palco, iluminação, banheiros químicos, proteção do gramado do estádio e outros gastos.

A lacuna do dia 20 será preenchida com o show Cabaré, projeto que reúne os cantores Leonardo e Eduardo Costa, também na Arena da Fonte. Nessa data, no entanto, a realização é da VK Produções Artísticas e haverá cobrança de ingresso.

É nesse ponto que se baseia uma denúncia, que deverá ser protocolada no Ministério Público Federal (MPF), que aponta um suposto favorecimento do grupo político do deputado Guilherme Mussi. Isso porque o show Cabaré ocupará a mesma infraestrutura paga pela prefeitura para as demais atrações. A empresa responsável pela promoção do evento é de propriedade da esposa de um assessor do deputado Mussi, responsável pela emenda que custeará os demais shows da programação.  A denúncia aponta o uso de emenda parlamentar para a promoção de um evento (FACIRA) em que pessoas próximas ao parlamentar têm interesses pessoais.

 

Prefeito defende legalidade da promoção

Em nota, a Prefeitura de Araraquara defende que “as contratações para os shows que fazem parte das comemorações dos 200 anos de Araraquara seguem todos os processos legais e o processo foi construído e firmado na ética na gestão pública.

Todos os artistas contratados com a emenda destinada pelo Ministério do Turismo são cadastrados naquele órgão público e dentro dos critérios estabelecidos pelo mesmo. “O contrato é feito pela Prefeitura Municipal, sem qualquer intermediação, sendo os custos contratuais depositados nas contas bancárias das empresas dos próprios artistas”.

A Prefeitura afirma que a empresa responsável pelo show Cabaré locou o espaço da Arena da Fonte e que a mesma irá arcar com os custos do evento.  “A estrutura necessária para a realização dos shows, como palco e som, estão em processo de licitação pela Prefeitura Municipal somente para os dias em que os eventos serão realizados pelo Município”.

 

Entenda a denúncia

- A FACIRA será realizada entre os dias 17 e 22 de agosto. A Arena da Fonte receberá os shows gratuitos dos dias 17, 18, 19, 21 e 22.

- Emenda parlamentar do deputado federal Guilherme Mussi (PP) vai custear o cachê dos artistas, enquanto a prefeitura será responsável por fornecer a estrutura – estima-se que o valor total (emenda + estrutura) seja algo próximo a R$ 700 mil.

- No dia 20, haverá cobrança de ingressos para o show Cabaré, promovido pela empresa VK Produções Artísticas. A estrutura contratada pela Prefeitura, no entanto, ainda estará na Arena da Fonte para a continuidade das atrações gratuitas no dois últimos dias da Feira e provavelmente será a mesma utilizada nesse espetáculo.

- A VK Produções Artísticas pertence a esposa de um assessor de deputado Mussi. A denúncia aponta que as emendas para custear a FACIRA beneficiarim indiretamente o show promovido pela VK, já que a divulgação e a estrutura contemplariam a realização privada.