agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Lei que homenageia Samuel Brasil Bueno é sancionada

Rua do bairro Solidariedade recebe o nome do empresário e defensor das causas sociais
Postado em: 29/09/2017 às 15:49
Autor: Redação
Lei que homenageia Samuel Brasil Bueno é sancionada
Samuel Brasil Bueno/Arquivo

O nome de Samuel Brasil Bueno está na rua. Na última quarta-feira (27), o então prefeito em exercício, Damiano Neto, sancionou a lei de autoria do vereador José Carlos Porsani (PSDB) que homenageia o ex-empresário e defensor das causas sociais em uma rua do bairro Solidariedade.

Durante a solenidade, a secretária de Desenvolvimento Urbano, Luciana Gonçalves, lembrou que o nome do bairro também é uma homenagem a Samuel, que morreu em maio deste ano. "A região do empreendimento não tinha o nome do bairro. Nós chegamos ao nome 'Solidariedade', uma palavra que representa o que ele foi para a nossa cidade", disse Luciana.

Porsani, autor do projeto de lei, emocionou-se ao lembrar as histórias vividas com Samuel, já que os dois eram proprietários de farmácias e presidiram a associação da categoria na cidade. Em 1996, inclusive, Porsani entregou o título de Cidadão Araraquarense a Samuel — que veio para a cidade aos dois anos de idade, mas nasceu em Rio Claro.

"Conheci o Samuel quando começamos a jogar bola no campo da Ferroviária. Depois estivemos juntos na Associação dos Proprietários de Farmácias. Fizemos várias homenagens a donos de farmácias, iniciamos o plantão de farmácias nos bairros", relatou o vereador.

"O Samuel marcou a minha vida. Resta, para a gente, homenagear", complementou Porsani, que ainda revelou um dos últimos momentos com o amigo. Na véspera da morte de Samuel, o vereador esteve com ele no hospital e prometeu comprar seu sorvete preferido para entregá-lo no dia seguinte, o que não foi possível de ser feito.

 

Biografia

Samuel Brasil Bueno era presidente do Comcriar e morreu em 9 de maio, aos 75 anos. Nascido em Rio Claro, em 1941, Samuel Brasil Bueno veio para Araraquara em 1943, onde constituiu família e recebeu o título de Cidadão Araraquarense.

Ex-empresário do ramo farmacêutico, no qual atuou durante 45 anos, ele foi presidente do Ceproesc (projeto que tem como objetivo empregar jovens aprendizes na faixa etária de 14 aos 22 anos) e fez parte da Acia (Associação Comercial e Industrial de Araraquara).

Samuel foi atuante no Rotary Club Araraquara Oeste por 36 anos: presidente por cinco mandatos e um dos fundadores do Banco de Camas Hospitalares. Dedicou-se à parceria firmada entre Rotary, Igreja Presbiteriana e uma escola para que crianças carentes do Cecap tivessem aulas de inglês. Também foi coordenador da criação do Bosque Rotário e do Bosque Maçônico.

Candidato a vereador por três vezes, ele chegou a atuar como suplente em um curto período, durante a 12ª Legislatura (1997-2000), substituindo João Careca.

Samuel Brasil Bueno ainda valorizava a história de Araraquara: colaborava com o Memorial da Câmara Municipal, ajudando nas pesquisas, e era o responsável pela coluna "Seu nome está na rua" no jornal "O Imparcial", resgatando mais de 700 histórias de personagens da cidade. Depois de homenagear tantas pessoas, Samuel, agora, passa a ser o homenageado.