agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

"Ouvidoria não é prêmio de consolo", diz MP

Promotor vê elevados indícios de improbidade administrativa na nomeação de Boi para o cargo de Ouvidor da Câmara de Araraquara
Postado em: 09/04/2019 às 20:49
Autor: Marcelo Bonholi

Durante a sessão da Câmara Municipal de Araraquara, na tarde desta terça-feira (09), durante o pequeno expediente o vereador Elton Hugo Negrini (PSDB) apresentou o parecer do Ministério Público sobre a denúncia feita na semana passada sobre a nomeação do ex-vereador Aluísio Braz, o Boi (MDB) para o cargo de Ouvidor do legislativo araraquarense. O promotor Raul de Mello Franco acatou a denúncia e abriu inquérito para verificar a nomeação e se a mesma cumpre os critérios de impessoalidade na administração pública. 

O relatório do MP cita que para para a maioria dos vereadores e boa parte dos funcionários da Câmara não faz sentido que o nomeado seja o presidente municipal do MDB, pois ele  representa um "soldado da oposição".  Ainda segundo o promotor, a nomeação apresenta "elevados indícios de improbidade administrativa".

Durante o pequeno expediente, o vereador Tenente Santana (MDB) expôs sua indignação com a representação junto ao Ministério Público e defendeu a nomeação do correligionário que cumpre, segundo ele, todos os requisitos para o cargo. 

O próximo passo será a oitiva do presidente da casa para apresentar sua defesa ao MP, que será apresentada na sexta-feira (12), às 14h30, na sede da Promotoria Pública.

Relacionadas

Marcelo Bonholi
Vereadores aprovam orçamento de R$ 1 bi para 2020
25/06/2019 às 23:28

Notícias

Marcelo Bonholi
Vereadores aprovam orçamento de R$ 1 bi para 2020
25/06/2019 às 23:28