agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Polícia Civil de São Carlos esclarece morte de professor

Milton Sonoda foi morto com três facadas e teve carro incendiado em 2016
Postado em: 20/06/2018 às 07:59
Autor: Redação
Polícia Civil de São Carlos esclarece morte de professor

A Polícia Civil de São Carlos esclareceu a morte do professor universitário Milton Sonoda, ocorrida em maio de 2016. De acordo com informações, após júri popular, Milene Estácio, que era esposa de Sonoda, foi condenada a 20 anos de prisão por participação na morte do marido, corrupção de menores e ocultação de cadáver.

A filha de Milene, com 17 anos na época, foi quem esfaqueou o professor. A jovem foi condenada a 3 anos de detenção na Fundação Casa da cidade de Cerqueira César, onde cumpre medida socioeducativa.

Segundo a polícia, Milene planejou o assassinato e incentivou a filha a cometer o crime. Mensagens encontradas nos celulares das duas indicaram que a motivação do crime seriam as contas da construção de uma casa, e que elas não queriam se mudar para Minas Gerais, onde o professor dava aulas. Milene dopou o professor, a filha o esfaqueou e elas levaram o corpo no carro da família até uma rodovia, onde atearam fogo no veículo.

Milene Estácio está presa na Penitenciária Feminina de Santana, em São Paulo.