agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Morre o cientista que desenvolveu a “pílula do câncer”

Gilberto Chierece morreu aos 76 anos, em São José do Rio Preto
Postado em: 19/07/2019 às 17:11
Autor: Redação
Morre o cientista que desenvolveu a “pílula do câncer”

O professor Gilberto Orivaldo Chierece, pesquisador do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, morreu na tarde desta sexta-feira (19). Ele foi o responsável pelo desenvolvimento da fosfoetanolamina sintética, a chamada 'pílula do câncer'. Chierice tinha 76 anos e estava internado em São José do Rio Preto após ser vítima de um infarto.

A fosfoetanolamina sintética ficou famosa depois de ser associada a cura do câncer. Segundo o pesquisador, a pílula assinalava no organismo as células comprometidas e facilitava a ação do sistema imunológico. O produto começou a ser distribuído no laboratório do Instituto, em São Carlos, até que a justiça determinasse a interrupção do fornecimento. Em 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a produção e distribuição do produto.

Uma mobilização levou a fosfoetanolamina à submissão de testes. Os primeiros resultados, divulgados pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) apontaram ausência de "benefício clínico significativo" nas pesquisas realizadas até então.

Gilberto Chierice era bacharel e licenciado em Química pela Unesp de Araraquara, fez mestrado e doutorado na USP, onde se tornaria  professor titular da USP.

Relacionadas

Redação
Polícia apreende arma após roubo de carga
23/08/2019 às 09:27
Redação
Garota de programa é esfaqueada em Matão
23/08/2019 às 07:54
Redação
Homem é morto a facadas em São Carlos
21/08/2019 às 08:18

Notícias

Redação
Polícia apreende arma após roubo de carga
23/08/2019 às 09:27
Redação
Garota de programa é esfaqueada em Matão
23/08/2019 às 07:54
Redação
Homem é morto a facadas em São Carlos
21/08/2019 às 08:18