agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Preconceito reduz chances de diagnóstico precoce

Homens com mais de 45 anos precisam fazer os exames preventivos com regularidade
Postado em: 07/11/2017 às 09:07
Autor: Redação
Preconceito reduz chances de diagnóstico precoce

O preconceito continua sendo o principal obstáculo para a prevenção do câncer de próstata. No Brasil, um entre cada quatro homens não faz o exame médico necessário para detectar a doença. E o exame preventivo é fundamental para a cura do paciente, de acordo com o médico urologista Giuliano Betono Gugliemetti, do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp).

“O tumor do câncer da próstata cresce devagar e a sua detecção precoce abre uma janela muito boa para a recuperação do paciente”, diz o médico urologista. “Se o tratamento acontecer em sua fase inicial as chances de cura são muito maiores. Hoje, nós temos à disposição muitos tipos de tratamento como a radioterapia, a quimioterapia e outros que estão surgindo. Mas se o diagnóstico for muito tardio as chances de recuperação são muito pequenas”, afirma.

Em sua experiência clínica, o médico admite que atende cada vez mais pacientes com câncer de próstata. Ele acredita que uma das causas está na progressão do envelhecimento da população. Atualmente, o câncer da próstata é o segundo tipo de câncer que mais atinge os brasileiros, depois do câncer de pele.

Segundo ele, quanto mais velho o indivíduo maior é a chance de incidência. “A população está envelhecendo e isso faz com que os casos de câncer de próstata sejam mais frequentes no Brasil”, afirma. Por isso, Gugliemetti considera fundamental a campanha do Novembro Azul.

 

As origens do Novembro Azul

Em 17 de novembro se celebra o Dia Mundial de Combate do Câncer de Próstata. O movimento que teve origem na Austrália, em 2003, estendeu as programações para todo o mês de novembro e ganhou adesão em vários países, incluindo o Brasil.

O objetivo é chamar a atenção dos homens para a necessidade de fazer exames preventivos do câncer de próstata. É um alerta para que os homens deixem o preconceito de lado para dar mais atenção à saúde.

 

Informações importantes sobre o câncer de próstata

Exame de toque retal e o exame de sangue específico (PVA) e ultrassonografia do abdome e da próstata, para confirmar o diagnóstico, são os exames indicados para prevenção do câncer de próstata.

O exame de toque retal não afeta a masculinidade e demonstra o cuidado do homem com a prevenção de sua saúde e integridade.

As visitas médicas devem ocorrer anualmente, a partir dos 45 anos de idade. A necessidade dos exames é maior quanto maior é a idade do indivíduo. A probabilidade também aumenta para aqueles que têm pais que foram afetados pela doença.

O tumor de câncer na próstata se tratado no início tem amplas possibilidades de cura.

O mesmo não se pode dizer em relação aos diagnósticos tardios. Se o tumor se expandir para além da próstata irá atingir outros órgãos.

Os sintomas começam pela dificuldade de urinar até o ponto de não conseguir mais, e o comprometimento dos ossos do corpo e fratura patológica (sem necessidade de traumas).

A cada 10 homens com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos de idade.

Um em cada cinco homens pode vir a ter o câncer de próstata no Brasil e um em cada oito podem morrer por causa da doença.