agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Entretenimento
FALE COM A REDAÇÃO:

Maria de Lourdes: Força e inspiração para os seis filhos

Devido ao alcoolismo, o esposo tirou a própria vida e Maria se viu sozinha com seis crianças
Postado em: 11/05/2021 às 07:45
Autor: Adriana Nagazako
Maria de Lourdes: Força e inspiração para os seis filhos

Na juventude, Maria de Lourdes conheceu um rapaz. Era o amor de sua vida. Apaixonada, foi morar com ele, na casa da sogra.
O casal trabalhava na roça e com muito esforço, estavam juntando dinheiro para construir uma casa.

Nove anos se passaram, seis filhos vieram, e a avó ajudava a cuidar das crianças.

Trabalhando no corte de cana, finalmente o casal conseguiu a casa própria, em Boa Esperança do Sul. Passavam o dia no campo. Levavam o almoço e dois pães, que voltavam nas bolsas de trabalho. As crianças amavam e saboreavam os pães. Anos depois, souberam que os pais não comiam para que eles comessem.

Manter casa, escola e roupa para seis crianças era complicado, mas Maria de Lourdes e o marido continuaram trabalhando para que não faltasse alimento. Tudo era dividido.

As dificuldades aumentaram quando o esposo de Maria passou a beber. O drama do alcoolismo afetou a família, mas a mãe aguentou firme. Ela era o alicerce da casa, e não poderia desamparar os filhos.

Apesar do alcoolismo, o esposo de Maria de Lourdes continuou trabalhando. Ajoelhada, ela rezava para que ele largasse aquele vício. Não suportando a pressão, o pai de seus filhos tirou a própria vida.

Com todo o sofrimento, Maria conseguiu dois empregos na cidade para manter a família. Lutando pela pensão por quatro anos, não havia luxo e às vezes faltava comida. Uma vez por ano, compravam roupas - uma peça para cada um. Recebiam também algumas doações.

Após o suicídio do pai, as crianças e a mãe não comemoravam mais o natal. A morte dele era como um abandono.
Numa manhã de natal, com pouca comida em casa, apareceu alguém com uma cesta. Ninguém sabia de onde, nem quem era a pessoa, mas ali estava uma cesta com alimentos e produtos natalinos. As crianças se alegraram e Maria foi às lágrimas.

O tempo passou e as crianças cresceram. Todos estudaram e a mãe segurou as pontas, contornando e superando as dificuldades.

Crescidos, os seis irmãos perceberam que Maria de Lourdes não estava bem. A mãe deixou de vê-los, se afastou de Deus, passava horas dormindo, não via os netos. Era um quadro de depressão. Foi a vez dos filhos cuidarem da mãe e eles não saíram mais de seu lado, literalmente: todos os filhos de Maria foram morar no mesmo quarteirão que ela.

Maria de Lourdes melhorou, completou 60 anos e continuou trabalhando. Dedicou a vida aos filhos e hoje, eles dariam suas vidas pela mãe guerreira.


De segunda a sexta, uma história por dia na programação da Rádio Cultura durante o mês das mães. Saiba mais sobre a história da Márcia no nosso programete especial: https://bit.ly/2R8Z6pz



Relacionadas

Adriana Nagazako
Cristiana: Valentia e amor diante das dificuldades
28/05/2021 às 10:12
Adriana Nagazako
Erika: Batalhando com orgulho de mãe
26/05/2021 às 09:34

Notícias

Adriana Nagazako
Cristiana: Valentia e amor diante das dificuldades
28/05/2021 às 10:12
Adriana Nagazako
Erika: Batalhando com orgulho de mãe
26/05/2021 às 09:34