agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Denúncia leva Vigilância a fechar empresa em Araraquara

Dos 31 funcionários, 17 estavam positivados
Postado em: 09/06/2021 às 20:10
Autor: Redação
Denúncia leva Vigilância a fechar empresa em Araraquara

Uma denúncia anônima levou fiscais da Secretaria da Saúde e da Vigilância Sanitária de Araraquara nesta quarta-feira até uma empresa de distribuição de frios, onde funcionários estariam trabalhando contaminados com Covid 19.

A denúncia dava conta de que o proprietário da empresa tinha ciência da contaminação, mas resolveu continuar suas atividades.

A assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Araraquara confirmou que a Vigilância Sanitária esteve na empresa hoje, realizando os testes.

Segundo a nota, a empresa possui 31 funcionários, todos foram testados e 17 deles tiveram resultado positivo para Corona Vírus.

Antes disso, 6 funcionários já estavam afastados, porque apresentaram sintomas e procuraram o serviço de saúde para testar. Destes, 4 positivaram, 1 negativou e 1 aguarda resultado, segundo o comunicado oficial.

Os contaminados terão que cumprir um período de restrições de 14 dias, os outros funcionários serão testados novamente em dois dias. Os que não estiverem contaminados, poderão retornar ao trabalho.

Em cumprimento às medidas previstas no decreto municipal, a empresa foi interditada.

O local terá que passar por uma desinfecção, e poderá voltar a operar após dois dias com os funcionários que não estiverem contaminados.

 

Empresa nega negligência

Em nota, a empresa afirma que "sempre trabalhou com responsabilidade e todos os funcionários testados ou com sintomas são afastados do trabalho imediatamente, donde o exame de positivação, o atestado de residência com contaminado, ou a presença de sintomas já servem como atestado médico e obrigam o funcionário a se afastar de suas atividades pelo período de quarentena", diz o texto. 

A empresa explicou que, no início da semana, os quatro positivados foram imediatamente afastados, e a empresa passou a monitorar os demais funcionários redobrando os cuidados. Testes foram pagos para os funcionários com sintomas e todos foram afastados. 

Após as primeiras confirmações, a Vigilância em Saúde realizou testes em todos os funcionários e, além dos quatro positivados já relatados, os demais estavam assintomáticos. "Desta maneira, não é possível afirmar que a empresa tenha negligenciado com seu dever de cuidado", encerrou a nota. 

 

Atualizada em 11/06/2021, as 7h45.