agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
  
agora, no ar:
...
...
Notícias
FALE COM A REDAÇÃO:

Black Friday terá comércio aberto até as 22h em Araraquara

Horário especial de fim de ano também já está definido. Confira as datas e os horários de atendimento
Postado em: 24/11/2021 às 18:13
Autor: Luís Antonio
Black Friday terá comércio aberto até as 22h em Araraquara

Nesta sexta-feira (26), o comércio de Araraquara terá um horário especial de atendimento em decorrência da Black Friday, que se tornou uma das mais importantes datas para impulsionar as vendas antes do natal. Com isso, as lojas funcionarão até as 22 horas.

Também já está definido o cronograma de funcionamento para o mês de dezembro. O tradicional horário especial, das 9h as 22h, começa no dia 6, segunda-feira, e segue até o dia 23, de segunda à sexta. Outra novidade é a abertura nos dois domingos que antecedem o natal, dias 12 e 19 de dezembro, quando o comércio de Araraquara vai abrir das 10h às 16h.

As lojas também confirmaram atendimento ao público nos dias 24 e 31 de dezembro, das 9h as 18h.

 

Expectativa 

As vendas da promoção Black Friday devem apresentar neste ano a primeira queda, desde 2016, se for descontada a inflação acumulada em 12 meses. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o dia de promoções, marcado para 26 de novembro, deve ter um recuo de 6,5% em relação ao ano passado.

A CNC espera que as vendas cheguem a R$ 3,93 bilhões no país. É o maior valor nominal desde que a data foi incorporada ao calendário do varejo nacional. Mas como a inflação em 12 meses acumula variação de 10,67%, em termos reais a Black Friday deverá ter uma queda em relação ao ano anterior.

Na edição de 2020, foi registrado um valor nominal de vendas de R$ 3,78 bilhões, que superaria os R$ 4 bilhões se o montante fosse corrigido pela inflação.

A expectativa é que mais da metade das receitas venha dos setores de móveis e eletrodomésticos (R$ 1,10 bilhão) e de eletroeletrônicos e utilidades domésticas (R$ 906,57 milhões).

Outros segmentos com expectativa de receita relevante são hiper e supermercados (R$ 779,09 milhões) e de vestuário, calçados e acessórios (R$ 693,12 milhões).